Nesta quarta-feira (23), a Justiça da Espanha recebeu formalmente a acusação por parte da empresa DIS, de corrupção envolvendo o jogador #Neymar, sua família, e os dirigentes dos Clubes de #Futebol do Santos e do Barcelona. A acusação solicitada também pelo fundo de investimento que o craque, seja condenado a 5 anos de prisão, e proibido de jogar durante esse mesmo período.

A Promotoria está solicitando um período mais curto de prisão ao craque e camisa 10 da Seleção Brasileira, que ele cumpra 2 anos de prisão e pague uma multa do valor € 10 milhões que é equivalente a R$ 35,9 milhões.

Na mira da DIS estão também o atual presidente do clube de futebol do Barcelona, Josep María Bartomeu, e ex-presidente do clube, Sandro Rosell.

Publicidade
Publicidade

A empresa pede à Justiça que os dois sejam condenados a 8 anos de prisão. Além disso, o fundo de investimento pede o pagamento de uma indenização no valor de € 159 e € 195 milhões, o que é equivalente a R$ 571 e R$ 700,3 milhões.

Conforme Altamiro Bezerra, CEO da NN Consultoria (empresa do pai de Neymar Jr), afirmou que o atacante da Seleção e sua família estão tranquilos, pois se trata do mesmo processo respondido por eles que teria sido arquivado, em setembro de 2016, pelo juiz José de la Mata. Inclusive, Altamiro divulgou em nota, que nem Neymar e nem a família haviam recebido uma notificação judicial da abertura da acusação do Ministério Público. E no momento oportuno a defesa será apresentada.

A disputa judicial, porém, envolve, além da DIS contra Neymar e o Barcelona, o fundo de investimento que detinha 40% dos direitos do jogador, na época da transferência.

Publicidade

Já a Promotoria da Audiência Nacional da Espanha pediu uma condenação menor ao atacante e os dirigentes do Barcelona. A solicitação da pena foi de 2 anos de prisão para Neymar e seu pai, e 5 anos para Bartolomeu e Rossell.

O Ministério Público da Espanha solicitou a reabertura do caso no início deste mês, essa decisão judicial, abriu caminho para que o jogador seja levado a júri, e os promotores tinham um prazo de 10 dias para formalizar o pedido.

A empresa DIS solicitou da Justiça espanhola a condenação dos envolvidos pelo #Crime de fraude e corrupção. No pedido, além das penas de prisão pede suspensão de Neymar de jogar pela União Europeia, e a exoneração de Bartolomeu como presidente do Barcelona.