Nesta segunda-feira, 28, uma jornalista da TV Tem, afiliada da Rede Globo de Televisão na região de São José do Rio Preto, São Paulo, foi ameaçada quando grava uma reportagem na frente de um motel. Ela e seu cinegrafista estavam no bairro de Penápolis falando sobre um #Crime que aconteceu no domingo. Um adolescente de vinte anos estava em um motel com uma moça, de apenas dezessete, quando foi atingido por um tiro na cabeça. A principal suspeita é a garota, que nega ter cometido qualquer ato criminoso. O dono do motel, que não quer que seu estabelecimento ganhe má fama, apareceu quando a equipe gravava no local e começou a fazer ameaças.

O principal atingido foi o cinegrafista.

Publicidade
Publicidade

"Está pensando que apenas você é homem. Eu também sou homem. Não existe esse negócio de liberdade apenas para vocês. Com eu fico?", questionava ele, enquanto tentava desligar o equipamento do câmera. A situação foi toda mostrada na televisão e chamada de ameaça. No momento da gravação, segundo a jornalista, a equipe estava na rua, que é pública. A legislação permite que ambientes públicos sejam gravados ou filmados por todos, o que explica o trabalho do Google Earth, ou então das próprias equipes de reportagem. No entanto, o homem parecia não saber ou não dar atenção a isso.

A lei

Muito alterado, o homem que se dizia dono do motel, não quis identificar o seu nome ao canal de televisão.O Estatuto da Criança e Adolescente proíbe que menores de idade entrem em motéis. Dessa forma, o ambiente também teria cometido algum crime.

Publicidade

A questão é que geralmente as pessoas entram de carros nas unidades e buscam privacidade. Por isso, a maioria dos locais não pedem tais documentos, mas representantes da lei argumentam que isso não pode ser usado para a defesa.

Apesar das agressões do empresário, levemente acima do peso, a repórter e seu cinegrafista não tiveram qualquer tipo de ferimento. A emissora tratou o assunto com bastante seriedade e os telespectadores defenderam o trabalho da imprensa nas redes sociais. #Investigação Criminal