#Camila Pitanga relatou como as mulheres brasileiras ainda sofrem com o #Preconceito na sociedade atual. Em um vídeo emocionante para a iniciativa “Eles por Elas”, organizada pela ONU, a atriz da Globo revelou que as brasileiras já não conseguem contar as vezes que sofrem de preconceito, garantindo que até no regresso a casa se sofre de “machismo disfarçado de piada”. Por isso mesmo, depois de ter vivido um autêntico pesadelo com #Domingos Montagner, Camila faz um pedido arrepiante para os brasileiros: lutem pela igualdade das mulheres, para um país mais justo e evoluído.

Tal como tinha acontecido durante a vida de Domingos Montagner, também Camila Pitanga investe muito do seu tempo lutando pela igualdade entre gêneros no Brasil.

Publicidade
Publicidade

Além das evidentes diferenças salariais que se verificam atualmente, também as situações desagradáveis que muitas mulheres têm que enfrentar diariamente são motivo mais do que suficiente para que Camila Pitanga se tenha juntado à ONU.

“Sou mãe, sou filha. Não sou morena, nem mulata. Sou negra”, revelou de forma emocionada Camila Pitanga, revoltada com todos os rótulos que lhe colocam, durante o vídeo de menos de um minuto para a campanha que está juntando grandes nomes um pouco por todo o mundo, tal como acontece por exemplo com Emma Watson. Tal como informa o site “Meio Norte”, Camila já é embaixadora da ONU Mulheres e seu trabalho contra a desigualdade e racismo ainda existentes é cada vez mais frequente.

Nas redes sociais, muitos brasileiros ficaram arrepiados com as palavras fortes da atriz da Globo durante o vídeo pequeno, sendo que muitos homens, alvo prioritário da mensagem de Camila, garantiram que já lutam diariamente pela igualdade de género no país.

Publicidade

A atriz, juntamente com outros grandes artistas brasileiros, acreditam que a ajuda dos homens, lutando pelas mulheres, pode ser determinante para que nos próximos anos possa haver uma mudança radical nos comportamentos preconceituosos da nossa sociedade, conseguindo tornar o Brasil um país melhor, terminando o sofrimento de muitas mulheres.

Confira o vídeo: