Atualmente, #Sophia Abrahão, é uma das mulheres do tipo ‘exemplo’, a quem muitas gostariam de ser iguais, ela tem um corpão escultural, é magrinha e produz inveja em muitas mocinhas por aí. Mas poucas pessoas sabem que a #atriz da Globo já passou por um período longo de trauma em sua vida, na época de sua adolescência.

Segundo a jovem, quando era mais nova, ela tinha o #Corpo muito magrinho e quase não tinha nada como bumbum e seios, ou seja, não era muito desejada por garotos da sua idade por não ter tantos ‘atributos’ físicos considerados padrões pela sociedade em que vivemos. Por causa disso, ela conta que já até sofreu bullying, ou pelo menos foi o que ela contou à revista ‘Boa Forma’.

Publicidade
Publicidade

Para ter mais curvas, Sophia afirma que precisou usar alguns truques básicos como usar 2 calças e 5 sutiãs em uma única vez para parecer ser mais ‘cheinha’. E por incrível que pareça, ela ainda contou que tinha uma autoestima muito baixa nesta época, e ainda revelou que até os dias atuais se sente mal quando veste biquíni, mostrando assim, que o seu trauma a deixou bem abalada.

Para Sophia, seu drama antigo a fez pensar o quanto ela é um exemplo para suas fãs e como o que ela faz ou diz pode as influenciar. Como adora mostrar tudo sobre o seu dia a dia, ela acha que ao mostrar seus hábitos online como comer chocolate, fazer academia ou quem ela namora, tudo isso pode mostrar um lado errado dela, afinal de contas, ela também tem seus traumas e sofre também, pois não é 100% satisfeita com o seu corpo.

Publicidade

Hoje, Sophia Abrahão tem mais de 3 milhões de seguidores no seu Instagram e para conquistar o seu corpão, ela está sendo acompanhada há dois meses por um coach online, que passou para ela uma dieta e exercícios perfeitos, os quais ela segue à risca. A cada 15 dias, ela manda fotos dela de corpo inteiro para este coach, para que ele avalie suas mudanças e veja o que ainda é preciso ser feito, de acordo com o objetivo escolhido por ela.

Além de não querer mostrar ser o que não é e iludir suas fãs, a atriz ainda quer acabar com esta mania que as mulheres têm de querer ter um corpo surreal, só por que veem algo assim no Instagram de alguém, por exemplo. “Acho importante ter referências para não se acomodar, mas não é porque outras pessoas ostentam uma barriga sarada que ela é mais bonita ou melhor do que você”, disse a atriz na entrevista.