O segundo episódio da sétima temporada de 'The Walking Dead', 'The Well', trouxe finalmente esperança. O surgimento do Rei Ezekiel e sua tigresa de estimação, Shiva, trouxeram um clima muito mais leve com relação ao episódio fatídico anterior.

Em recente entrevista a Entertainment Weekly, Khary Payton (Ezekiel) e Greg Nicoreto, o diretor, falaram a respeito do desafio de trazer Shiva e fazê-la parecer real. A felina foi concebida de duas maneiras: cenas abertas utilizando animatronics, já nos locais fechados onde ela aparece bem de perto, a produção procurou a Rhythm & Blues, responsáveis pelo CGI utilizado em 'As Aventuras de Pi'.

Publicidade
Publicidade

"Achei que ficou excelente", disse Payton. "Eu não pude ver o resultado até o lançamento do trailer, e claro, agora com o episódio. Antes eu ficava pensando 'se a Shiva não fica boa, os fãs culparão a mim (...) Quando ela se posicionou e rugiu ao meu lado, não havia alguém mais feliz que eu. Foi sensacional. Mal posso esperar para assistir mais dela", disse Payton.

O público que também acompanha as histórias em quadrinhos de The Walking Dead já aguardava a aparição do Rei Ezekiel, que, por sinal, foi muito bem recebido. Payton comentou ser um alívio não precisar mais omitir seu personagem e quer que o público conheça logo sua história.

Algo que merece ser ressaltado foi a dinâmica entre Ezekiel e Carol (Melissa McBride), que assume o lugar que, nos quadrinhos, pertenceu a Michonne, quando o Rei revela suas origens.

Publicidade

Payton esclareceu que o nível de dificuldade da cena foi alto, pois necessitava de uma mudança comportamental, postural e de voz, mas afirmou ser uma de suas cenas preferidas.

"Precisei me preparar para aquele instante um bom tempo. Fiz muitas dublagens e peças de Shakespeare quando ainda estava na faculdade (...) e quando peguei o roteiro, me falaram sobre Ezekiel mudar totalmente sua fisionomia ali, ele meio que retornaria a ser quem era antes. Apelidei o momento de Ezekiel vs Zeke (...) Eu não percebi uma alteração física, mas certamente houve a mudança na voz, então meus vinte anos de carreira e dublagens me ajudando muito."

O ator foi questionado ainda sobre a possibilidade de um relacionamento entre Ezekiel e Carol:

"Acredito que, claramente, tenha algo entre eles, mas o curioso em relações como estas é a linha tênue (...) Existe a possibilidade de eles andarem juntos sem nunca se envolverem romanticamente (...) São duas alternativas, pode acontecer ou não, e as duas fazem muito sentido na minha cabeça. Francamente ainda não tenho muita ideia do que acontecerá. Até que eu receba mais roteiros, não há como saber", disse o ator. #Televisão #Seriados #The Walking Dead