Por essa os fãs da cantora Anitta não esperavam. A artista fez um discurso forte em seu #show, no festival "Vila Mix", que aconteceu neste último fim de semana no Rio de Janeiro. #Anitta saiu em defesa do funk carioca, ritmo em que cresceu e conquistou fama. Hoje, mais POP, ela é frequentemente criticada por "haters" pelas mudanças que teve, mas decidiu calar a boca dos que a odeiam e explicar o que pensa sobre a valorização do funk.

Além disso, Anitta fez um discurso em defesa da mulher e de sua música. Ela lembrou de um namorado que queria impor o modo dela dançar, caso fossem ter algo mais sério e Anitta revelou ter dado uma reposta bastante objetiva.

Publicidade
Publicidade

Em sua fala, a artista começou dando um recado para os "haters".

"Tem gente que acha que sacaneando a gente, prejudicando a gente, vai fazer a gente desistir. Só que essas pessoas esquecem que nem todo mundo é pobre de espírito que nem elas. É aí que a gente cria mais forças", admitiu a cantora.

Em seguida, Anitta prometeu algo para seus fãs.

"Um dia, eu prometo que vou fazer o funk carioca ser respeitado no nosso país. Porque o nosso funk nasceu aqui, cresceu aqui e ele merece ser respeitado sim", garantiu.

Logo depois, ela falou sobre o caso do ex-namorado que não permitia que ela dançasse sensualmente em suas apresentações, ainda no começo da carreira.

"Uma vez eu peguei um cara que falou assim pra mim: 'se tu fosse a minha mulher a primeira coisa que eu ia mudar é você rebolar na frente dos outros.

Publicidade

Isso ia acabar.'. Eu disse assim: 'entendi. Pra me pegar é legal, mas pra ser tua mulher não dá'", lembrou Anitta.

A cantora de funk garantiu também que prefere "ficar sozinha a ser subordinada". Logo em seguida, soltou uma frase que marcou o discurso:

"Vocês pensaram mesmo que eu não ia rebolar a minha bunda hoje, né?"

Feminismo e música

A cantora ficou bastante marcada após um "embate" com a roqueira Pitty a alguns anos no "Altas Horas", da TV Globo. Anitta justificou que mulheres que vão a bailes funk com roupas minúsculas acabam provocando homens mais "ousados". A intérprete de "Teto de Vidro" não pareceu gostar nem um pouco e defendeu as mulheres: "É o homem que está errado. Ele não tem que achar nada", terminando aplaudida pela plateia na época.

Assista ao vídeo completo abaixo, que foi postado em uma página do Facebook.

#Famosos