Beyoncé na edição 2016 do Country Music Association Awards (um dos prêmio mais importantes da música country americana)? Sim! Parecia piada quando o coapresentador Brad Paisley disse, no meio da cerimônia, que ela faria um número, mas a coisa era séria - e foi fabulosa.

Poucas horas antes do começo do show, começou-se a especular que a cantora, que tinha sido vista em Nashville, sede da premiação e capital do country, iria fazer uma participação surpresa e até abrir o espetáculo. Não abriu, mas fez sua participação mais do que especial. Com o lendário conjunto country feminino Dixie Chicks nos instrumentos, cantou “Daddy Lessons”, música de Lemonade, seu mais recente álbum, lançado neste ano.

Publicidade
Publicidade

Como a versão digital do jornal britânico Daily Mail resumiu, “Beyoncé roubou o show”. E, como se fosse pouco, ainda ousou no quesito figurino, trajando um esvoaçante vestido branco semitransparente decotadíssimo com mangas bufantes e usando colares (é, no plural) de pérolas no pescoço. O portal Yahoo News não teve dúvidas: “Quem comandou a música country? Bem, na noite de quarta, Beyoncé.”

Mas não foi só Beyoncé – com as Dixie Chicks - quem teve uma noite de glória. Carrie Underwood, além de coapresentar o prêmio pelo nono ano seguido, recebeu o prêmio de Vocalista Feminina do ano pela terceira vez, agradeceu emocionada a Deus, a Jesus, ao marido e ao filho e trocou 12 vezes de roupa durante a cerimônia. Por exemplo, começou com um vestido rosa coberto de miçangas criado pelo estilista Michael Cinco, colocou um vestidinho branco curto com suspensórios de couro mais uma gravata preta longa para soltar a voz em sua canção Dirty Laundry, trajava um vestido dourado quando foi chamada para receber seu prêmio e usava um vestido cor de prata ao se juntar a Kacey Musgraves, Reba McEntire, Jennifer Nettles, Martina McBride e Lily Tomlin para cantar I Will Always Love You em tributo a Dolly Parton, 70 anos, compositora e intérprete original da canção nos anos 70, que recebeu o Willie Nelson Lifetime Achievement Award pelo conjunto de sua carreira.

Publicidade

E você achava que o Superman é que devia ter dificuldades para tirar a roupa de Clarck Kent em uma cabine telefônica antes de sair voando para salvar o dia. Pelo menos ele não precisa trocar de roupas 12 vezes em poucas horas. A atriz Jennifer Garner entregou o prêmio de Artista Iniciante do Ano a Maren Morris.

O coapresentador Brad Paisley, também no seu nono ano consecutivo como anfitrião, participou de um lindo dueto com Roy Clarck como parte da homenagem, da qual participaram vários cantores consagrados, a Merle Haggard, ícone do gênero country falecido no começo deste ano. Além disso, sua química com Underwood, provavelmente fruto em parte da experiência acumulada nesses 9 anos, foi perfeita. Ainda entre os homens, recebeu o título de vocalista masculino do ano Chris Stapleton, que também recebeu o prêmio atribuído ao #Vídeo Musical do Ano. Garth Brooks recebeu de Taylor Swift o principal prêmio da noite, o de Entertainer do Ano.

Confira o vídeo:

#famosas #Beyoncé