Em dois vídeos publicados no dia 9 de novembro deste ano em seu canal no Youtube (Gretchen & Você), a cantora #Gretchen falou sobre violência contra a mulher e tratou de sua experiência pessoal, revelando ter sido espancada diariamente por um ex-marido.

No primeiro vídeo, com duração de pouco mais de 14 minutos, ela disse ter se separado do primeiro marido, o cantor Chrystian, da dupla Chrystian & Ralf, que a traía. Depois, casou-se com Silva Neto, com quem teve Thammy Miranda. Separou-se dele porque ele a traiu com Mariette, assistente de palco do apresentador Gugu. A cantora disse que, depois de ficar sabendo do caso, confrontou o marido e - quando ele cinicamente negou tudo, ela não hesitou: pegou da filha (hoje transexual masculino) e, só com a roupa do corpo e as mudas de roupa da menina, pegou seu carro e foi para a casa da mãe, largando marido, casa e tudo que juntara na carreira até então.

Publicidade
Publicidade

Depois disso, juntou-se a um homem “riquíssimo e chiquérrimo” que considerava um gentleman (com o qual, explica ela, nunca chegou a casar de papel passado), do qual engravidou de seu segundo filho, Décio, e que acabou se revelando um homem agressivo e cruel. Esse marido, contou, espancava-a todos os dias e ameaçava bater nela ainda mais se o denunciasse a alguém (levando-a a esconder da mãe a situação e inventar explicações para seus ferimentos). O homem chegou, segundo Gretchen, chegou a espancar um secretário dela que tentou defendê-la. Ele dizia que, se ela o deixasse, ele a mataria e mataria o filho deles. Em certa ocasião em que ela ameaçou fazê-lo, ele chegou a encostar um revólver na garganta dela.

Não suportando mais levar uma vida que ela qualifica de “gaiola dourada”, pois ele era muito rico, ela aproveitou uma das viagens do marido a uma fazenda que ele possuía para escapar com Décio e informar a imprensa do fim do relacionamento.

Publicidade

Depois de meses, ela o encontrou e, de arma em punho, forçou-a a passar para ele a guarda do garoto, pois se ela não o fizesse ele o mataria (Gretchen diz ter cedido então, comparando a situação com a da mãe que, ao saber que Salomão – a cantora neste ponto se equivoca e diz Jesus) cortaria seu filho ao meio para dividi-lo entre ela e outra mulher preferiu negar ser a mãe, para salvá-lo. Em consequência, diz a artista, teve muito pouco contato com o filho, o que explica o fato de seus fãs pouco terem-no visto. A cantora explicou que estava contando sua experiência para incentivar as mulheres a resistir à agressão, seja física ou verbal, e denunciar os agressores.

O primeiro vídeo foi encerrado devido a uma ligação de Thammy, que travou o vídeo. No segundo vídeo, gravado no mesmo dia, a cantora continuou explicando o porquê de ter resolvido repartir sua história (segundo ela, contada muito resumidamente em seu livro de memórias). Contrastando com suas más experiências com homens, às quais ela atribuiu seus vários romances (muitos dos quais acabaram em casamento), pois ela dizia estar procurando a pessoa certa, que “Deus fez para mim”, com a paz doméstica de que atualmente desfruta, a artista mostrou o jantar que o “crush” fez para ela (arroz, carne, batatinhas e ervilhas) e contou que seu amado tinha ficado cuidando das crianças enquanto ela gravava (quarta-feira é um dia em que as crianças ficam em casa, diz ela) e levou a filhinha Giulia ao dentista.

Publicidade

O “crush” é o atual marido, o empresário português Carlos Marques, com quem se casou em cerimônia religiosa em junho deste ano.

Primeiro video-confissão:

Segundo video-confissão:

Uma raríssima aparição de Gretchen com o filho Décio, antes de serem separados pelo pai da criança, no programa de Hebe, em 1986:

#traição #famosas