Um fato inusitado aconteceu na última quinta-feira, 10 de novembro, na cidade de São Sebastião no Distrito Federal. Uma repórter do “Cidade Alerta” da Record agrediu uma moradora que criticou sua postura sobre a matéria que fazia e o que era um trabalho de rotina para a jornalista acabou virando uma grande confusão.

A profissional da Record, identificada como Francy Rodrigues, protagonizou uma cena, no mínimo curiosa e, de entrevistadora passou a ser a notícia ao se ofender com a interferência de uma moradora durante uma reportagem que fazia no local. As imagens da discussão entre as duas rapidamente foram parar na internet e o vídeo já é o mais novo #Viral dos últimos dias.

Publicidade
Publicidade

Tudo aconteceu quando a moça conversava em off com moradores sobre a matéria que mostra, no início, um ônibus totalmente depredado. A moradora interferiu na conversa dizendo que a #Rede Record se posicionava do lado errado e criticou o trabalho feito pela emissora sobre o episódio acontecido. A repórter não gostou nada do que a mulher disse e a retrucou dizendo que ela estaria atrapalhando o desempenho da matéria e pediu que ela a deixasse conversar com as outras pessoas.

O desentendimento se agravou quando a moradora que não teve o nome divulgado disse palavras de baixo calão que teriam ofendido a mãe da jornalista. A repórter, literalmente, partiu para cima da mulher sendo necessária a interferência dos outros profissionais que acompanhavam a matéria para evitar uma confusão maior entre elas.

Publicidade

Enquanto a turma do "deixa disso" tentava controlar a jornalista, ela afirmava várias vezes que sua mãe foi ofendida e jamais iria permitir uma coisa dessas em qualquer situação. "Respeita a minha mãe, respeita a minha mãe. A minha mãe não, você não fala dela”, esbravejou a mulher com o microfone na mão.

Muito nervosa, Francy teve que ser levada pelos cinegrafistas até o carro da emissora, onde foi deixada para que eles tentassem acalmar a moradora e controlar a situação inesperada. Tudo foi gravado por pessoas que assistiam a reportagem e os vídeos postados nas #Redes Sociais já foram assistidos milhares de vezes.

Veja o vídeo: