Tricia McCauley, de quarenta e seis anos, teve um fim cruel nesta terça-feira, 27. O corpo dela foi encontrado sem vida dentro do próprio veículo, na capital dos Estados Unidos, Washington. Tricia ficou mundialmente conhecida por ter sido a substituta da atriz Jenna Dewan Tatum nos ensaios do filme 'Ela Dança, Eu Danço'. A película de 2006 foi um enorme sucesso nos Estados Unidos e no mundo. Além de atuar, a profissional das artes gostava de ensinar a arte do ioga. O principal suspeito de ter matado a atriz é Adrian Johnson, de vinte e nove anos. A polícia acredita que a vítima conhecesse o suspeito, pois não teria oferecido resistência.

A atriz também esteve em filmes como “The Paper Girl” (2000) e “Never Dream: The Beginning” (2012).

Publicidade
Publicidade

Os investigadores americanos contam que Tricia foi sequestrada e depois morta. No entanto, o que chama a atenção é que o bandido abandonou o corpo dentro do carro da vítima, o que pode indicar um crime passional. A morte cruel da profissional do cinema virou o assunto principal da mídia americana. Ao fim dessa reportagem, por exemplo, uma reportagem de oito minutos mostra toda a operação policial feita após o descobrimento do cadáver da vítima.

A atriz desapareceu em pleno Natal. Ela acabara de sair de casa, quando ia se encontrar em um jantar de fim de ano com amigos. O suspeito então, que pode conhecer a vítima, a viu saindo doa residência e a perseguiu. A polícia agora quer ter certeza se Tricia conhecia ou não o homem. Emissoras americanas mostram imagens do suspeito. Ele é alto, negro e usa uma barba.

Publicidade

As imagens foram feitas em uma loja, onde a atriz passou, na qual levaria itens para o tal jantar, que nunca chegou a conseguir ir.

Com a divulgação das imagens, nesta quarta-feira, 28, o homem foi preso. Ele ainda não deu explicações sobre o porquê teria matado a mulher. Uma das possibilidades é que a famosa não tivesse ninguém que pudesse pagar um alto resgate pelo seu sequestro.

Veja abaixo um vídeo que mostra uma reportagem sobre o crime:

#Entretenimento #Famosos