Mais um caso de imprudência envolvendo #Famosos que bebem e não se dão conta do risco que é o volante está sendo destaque nesta terça-feira (5) nos principais veículos de comunicação. Dessa vez foi o cantor sertanejo Ronaldo, da dupla "#Humberto e Ronaldo", que acabou sendo detido pela polícia e levado à delegacia, ao bater o carro em um muro.

A assessoria de imprensa do cantor relatou à TV Anhanguera que Ronaldo tomou apenas dois copos de cerveja em um compromisso social naquela noite. Segundo as informações, ele teria "cochilado", perdendo o controle do carro, que atingiu o mundo de um condomínio. Levado para a delegacia, o cantor pagou uma fiança de R$ 3 mil e foi liberado.

Publicidade
Publicidade

Por sorte, ninguém ficou ferido.

Ainda em nota, a assessoria de Ronaldo justifica o fato dizendo que o cantor estava sob muito estresse, pois sua semana envolveu muitos compromissos, shows e sessões de fotos.

Ronaldo também fez declarações dizendo que "foi apenas um grande susto". Na delegacia, Ronaldo foi autuado por #embriaguez.

Beber e dirigir

Sabemos que não existe combinação pior que o álcool e o volante. Segundo o Código de Trânsito, art. 165, beber e dirigir é infração, sujeito a penalidades. Aqui no Brasil, a legislação está entre as 12 mais rígidas de todo o mundo, ou seja, ninguém está autorizado a beber e sair por aí dirigindo.

As multas podem variar de acordo com o ocorrido, podendo o condutor até mesmo perder a carteira de motorista e ter o carro apreendido.

Esse ano de 2016, a multa chega a quase 3 mil reais, valor que é 10 vezes a mais que uma multa gravíssima.

Publicidade

Se o policial que flagrou a pessoa dirigindo constatar com o bafômetro que houve abuso de bebidas, ou através de provas de testemunhas, como também exame médico, o acusado pode pegar pena de 6 meses até 3 anos.

Vale lembrar que antes da "Lei seca", beber até 6 decigramas ou dois copos de cerveja, era permitido. Atualmente, essa porcentagem diminuiu, sendo apenas 3 decigramas ou um copo de cerveja no organismo. Acima disso, o motorista que for flagrado bêbado pode ser autuado por embriaguez.