Mais de dois milhões de cópias vendidas, Grammy latino de melhor álbum, número 1 nas rádios, sucesso absoluto em trilhas sonoras de novelas, alvoroço em todos os públicos e idades, etc. Essas foram algumas das conquistas advindas da reunião de três cantores e compositores para um projeto inusitado, sem turnê e – pasmem – sem divulgação. #Marisa Monte, Carlinhos Brown e Arnaldo Antunes se reuniram, há mais de 15 anos, para lançar um álbum intitulado “#Tribalistas”, que quase absorve a carreira independente dos três. Talvez, por esse último motivo, os três músicos sempre afirmaram que a reunião deles foi feita com prazo de validade. Não iriam voltar.

Publicidade
Publicidade

Mas eis que em 2016, os rumores do retorno do trio ganharam força apesar de, segundo jornal Extra, eles terem se negado a cantar na abertura das Olimpíadas.

Veja 6 motivos para acreditar na volta do trio em 2017:

1 – Fim do contrato de Marisa Monte com gravadora

Marisa Monte, dona de um selo independente, tinha um contrato de distribuição de seus títulos com a Universal Music, gravadora diferente dos seus parceiros, o que poderia causar embaraços ao lançamento e distribuição de um disco com integrantes de gravadoras e selos diferentes. Agora livre, Marisa pode fechar novos contratos sem precisar “pedir” autorização ou negociar direitos autorais.

2 – Trio se reúne na casa-estúdio de Carlinhos Brown

Segundo informação do jornalista Leo Dias, do jornal O Dia, do Rio de Janeiro, Marisa Monte passou cinco dias na casa de Carlinhos Brown em 2016.

Publicidade

O jornalista apostava na presença de Arnaldo também, na casa-estúdio de Brown, exatamente como da primeira vez que se reuniram e deram início às composições do primeiro álbum do trio.

3 – Recesso de lançamentos na carreira dos integrantes

Marisa encerrou seu contrato com a gravadora Universal Music sem um disco de inéditos. Ela optou antes por uma coletânea e participações em trabalhos de outros artistas. Enquanto isso, já faz um tempo desde que o último álbum solo de Arnaldo Antunes foi lançado, sem grande burburinho. Já Carlinhos Brown arriscou um disco em 2016, mas não obteve o sucesso desejado e aposta agora apenas num remix de uma das faixas do disco como hit do carnaval de 2017.

4 – Negaram cantar na abertura das Olimpíadas

Segundo informações do jornal Extra, por conta de decisão de Marisa Monte, o trio optou por não se apresentar na abertura dos Jogos Olímpicos no Brasil. Marisa é avessa a grandes holofotes e a aparição do grupo no evento iria causar enorme frisson. Por isso, podem ter optado por se reunir sem toda a atenção e aguardar o material estar pronto para fazerem seu “retorno”.

Publicidade

5 – Jornalistas começam a dar pistas

Mauro Ferreira, jornalista de #Música e colunista do G1, já apontou como provável o retorno do trio em 2017. Vale lembrar que Mauro acertou o palpite quando se tratou do retorno do duo Ana & Jorge no último ano. Leo Dias, colunista do Jornal O Dia, também já apostou suas fichas no retorno do trio por mais de uma vez no último ano.

6 – Trio se apresenta junto, de surpresa, em Salvador

Numa turnê intimista de férias, como costuma chamar, Marisa Monte se apresentou em Salvador, no último bimestre de 2016, e levou para o palco da Concha Acústica do Teatro Castro Alves os parceiros dos Tribalistas para um número. Diferente de uma abertura de Jogos Olímpicos, a apresentação não gerou holofotes ou cobranças, e pode ter servido de “teste de público” para os integrantes. Lembrando que o burburinho do retorno só aumentou durante a apresentação e, em nem sequer um momento, algum deles negou a volta dos Tribalistas, como costumavam fazer há anos.