Aos 84 anos de idade, a atriz Debbie Reynolds veio a falecer um dia depois da sua filha, Carrie Fisher. Depois de sua filha ter falecido na última terça-feira (28), nesta quarta-feira (29), ela veio a falecer. Segundo o site TMZ, o filho dela, Todd, confirmou que a mãe não resistiu após sofrer um Acidente Vascular Cerebral. "Ela está com Carrie", disse.

A atriz foi indicada ao Oscar de 1965 por "Inconquistável Molly". Em 2016, a Academia concedeu a ela o prêmio humanitário Jean Hersholt. Ela ganhou ainda uma estrela na Calçada da Fama, em 1997.

Era de ascendência irlandesa, escocesa e inglesa. Sua família mudou-se para Burbank (Carlifórnia) em 1939, e ela foi criada sob os preceitos rígidos da denominação protestante Igreja de Nazareno.

Publicidade
Publicidade

Aos 16 anos, quando estudava em Burbank, Reynolds ganhou um concurso de beleza e um contrato com a Warner Bross, adquirindo um novo prenome. Obteve apenas um papel secundário em June Bride, de 1948, seu filme de estreia. Em 1952, participou em Singin'in the Rain, quando contracenou com Gene Kelly. Em 1955, atuou com Frank Sinatra.

Com uma família cheia de pessoas fluentes na mídia, Debbie era uma atriz de sucesso, conhecida também por ter feito vários papéis nos cinemas, incluindo eles: Cantando na Chuva, Medo e delírio, Será que ele é. Entre muitos outros filmes que ela participou.

Também tendo uma brilhante filha, a famosa "Princesa Leia", de "Star Wars". Depois da morte de Carrie, ela ainda agradeceu ao público e aos fãs por ter homenageado a sua filha. Casada 3 vezes, com Eddie Fisher (1955–1959), Harry Karl (1960–1973) e Richard Hamlett (1984–1996).

Publicidade

Ela percorreu muito até chegar onde chegou.

Do seu primeiro filme, em 1948, até 2013, o seu ultimo, foram nada mais e nada menos que 70 filmagens, isso mesmo, um total de 70 filmagens em sua carreira.

Em meio a tantas tragédias em 2016, o fim do ano acaba deixando muitas pessoas em pânico. Depois de vários #Famosos mortos e quedas de aeronaves, 2016 vai ser lembrado como um ano nada agradável #Tragédia #StarWars