Solange Almeida deixa a banda "Aviões do Forró" depois de 14 anos fazendo sucesso ao lado do amigo e também vocalista, Xand. A informação foi confirmada nesta quinta-feira (22) pela assessoria de imprensa da cantora. A banda deve seguir sua trilha de sucessos sendo liderada pelo cantor atual, Alexandre Aviões.

Essa notícia não é tão surpresa como se pode pensar, pois já há algum tempo a agora ex-vocalista da 'Aviões' demonstrava interesse em seguir #Carreira Solo. Segundo ela, dessa vez não tem volta. Solange ainda ficará a frente da banda até o Carnaval e o adeus está marcado para o dia do último show no estado do Piauí, 28 de fevereiro.

Publicidade
Publicidade

A artista de 42 anos publicou um post no seu Instagram explicando aos fãs o motivo de sua saída. Ela disse que não houve qualquer briga, os dois continuam muito amigos, porém, "a vida é assim mesmo, tudo tem início, meio e fim". Solange confessou que era muito difícil dar essa nota, afinal, foram 14 anos de companheirismo e cumplicidade, mas preferiu dispensar a nota oficial e falar direto com seus fãs.

Ela ainda ressaltou a gratidão por sua história com a banda "Aviões do Forró", foram muitos sucessos e afirma sair com a sensação de dever cumprido. "E não esqueçam... se alguém ligar para você às Duas e 23, foi a #Solange Almeida", escreveu referindo-se a música de seu novo DVD.

O parceiro de longa data, Xand, também fez questão de se pronunciar e postou um vídeo ressaltando o respeito e carinho que um tem pelo outro.

Publicidade

"A tampa da minha panela vai seguir carreira solo", brincou ele. Solange comemora a gravação de seu primeiro DVD no dia 08 de fevereiro em São Paulo, no Citibank Hall e a música de trabalho "Duas e 23" começa a despontar como um novo sucesso, já sendo lançada na internet.

A Aviões do Forró foi uma das bandas de maior sucesso no Brasil no ano de 2016. De acordo com a receita, recentemente o grupo se envolveu em um escândalo na polícia federal sobre sonegação de impostos, referente a omissão de valores estimada em cerca de R$ 300 milhões. #Aviões do Forró