Wake me up before you go go explodiu nas rádios em 1984, revelando uma dupla de amigos de escola ingleses, que atingiu o sucesso de forma instantânea. Um deles era Georgios Kyriakos Panayiotou, que seria conhecido no mundo inteiro como George Michael.

Com sua "banda de dois" Wham! ainda no auge do sucesso, com hits mundiais grudentos como Careless whispers, George resolveu seguir carreira solo em 1987. Foi quando surgiu Faith, sua obra-prima. Composto, produzido, arranjado e tocado por ele, o álbum deu a #George Michael o respeito da crítica e a consagração total de seu público.

Faith vendeu mais de 20 milhões de cópias, ganhou o Grammy de melhor álbum do ano em 1989, teve 4 músicas no primeiro lugar da Billboard, e colocou George Michael no mesmo patamar de todos os outros superstars de sua época, como Prince, Madonna, Michael Jackson e U2.

Publicidade
Publicidade

Não bastasse seu talento, sua barba por fazer, os óculos de aviador, a jaqueta de couro e a calça jeans justa o transformaram em um sex symbol que fazia parte dos sonhos de muitas meninas (e meninos também).

No começo dos anos 1990, já consolidado, George Michael lançou Freedom, considerada uma das melhores canções de pista de dança de todos os tempos. No auge do videoclipe e da MTV, o vídeo do single, dublado por supermodels como Naomi Campbell, Linda Evangelista e Cindy Crawford, é referência total da época que estava começando.

Sua sexualidade, sempre questionada, veio à tona em um escândalo. Flagrado praticando "atos obscenos" com outro homem em um banheiro público em Los Angeles, George desde então assumiu sua homossexualidade e tornou-se um ativista na conquista dos diretos LGBT.

Ainda nos anos 1990, teve um relacionamento duradouro com um brasileiro, o estilista Anselmo Feleppa, que faleceu em 1996 em decorrência da Aids.

Publicidade

Polêmicas sempre fizeram parte de sua vida. Sempre à frente de seu tempo, no começo dos anos 2000 já brigava com as grandes gravadoras e foi um dos pioneiros a fazer lançamentos exclusivamente na internet.

Ativo politicamente, comprava briga com governos e meios de comunicação de direita, que em contrapartida o boicotavam.

George Michael parte precocemente, mas deixa um legado artístico louvável, e a experiência de vida de alguém com suas dúvidas, mas também muitas convicções. #Luto #Música