A maioria das emissoras e canais de televisão possuem informativos. Geralmente, os telespectadores veem as mesma notícias em todos os noticiosos. Uma ou outra matéria é o que faz a diferença. Pensando nisso, uma TV no Canadá decidiu fazer um programa, digamos, mais atrativo. O nome já é sugestivo, 'Naked News'. O produto está fazendo o enorme sucesso no Canadá e ajudou a elevar a audiência do canal local. Um grupo de moças sem roupas apresenta a atração, que está dando o que falar. Durante as notícias, a maior parte delas está usando absolutamente nada. Em outros momentos, conforme falam de política ou economia, vão tirando uma peça por vez.

Publicidade
Publicidade

No site da televisão, que copiou um formato de 1999 do Reino Unido, as informações são de que as comunicadoras são mesmo desinibidas e que o jornal é o mais transparente do mundo, com jornalistas sem nada a esconder. Engana-se quem pense que só mulheres jovens ou totalmente "em forma" façam a atração. Tem mulheres de todos os gostos, até mesmo mais cheinhas e próximas aos 50 anos. O público que assiste pede uma variedade de profissionais. E a TV, como gosta de ver os telespectadores felizes, acaba aceitando.

O canal até tentou um versão com rapazes, mas não deu tão certo. Em 2007, a versão que era com os homens pelados foi fechada por falta de audiência, seis anos depois do lançamento. Já a versão com moças parece que não vai ter fim, muito pelo contrário. O sucesso do programa foi tão grande que o telejornal ganhou versões em diversas partes do mundo.

Publicidade

O Japão, por exemplo, que tem um jeito bizarro de exibir programas, foi um dos canais que adotou a novidade.

Aqui na América Latina é comum ver apresentadoras sexies, por exemplo, fazendo a previsão do tempo. No Brasil, o SBT já exibiu o jornal "das pernas'.

Veja abaixo um vídeo que mostra o telejornal que está fazendo o maior sucesso e também polêmica na internet. Na sua opinião, o jornalismo pode ser tratado dessa forma? Não deixe de comentar. Sua opinião é sempre importante para todos nós.

#Famosos