Como sempre, a cantora Ludmilla está entre os assuntos mais comentados da internet. Porém, dessa vez de uma maneira diferente do que é de costume. Ela está sendo acusada por fãs de ter praticado racismo contra alguns garotos que pediram autógrafos. Indignada com a situação constrangedora, a mãe de um dos garotos saiu em defesa do filho e respondeu ao vídeo da cantora em que insinuava que seu filho era ladrão. O fato aconteceu na Prainha do Vidigal. Moradores protestam nas redes sociais contra atitude da cantora.

Após um final de semana de trabalho, a cantora Ludmilla foi à Prainha do Vidigal, Rio de Janeiro, para descansar, porém, sua folga lhe rendeu uma boa dor de cabeça.

Publicidade
Publicidade

A cantora foi abordada por alguns garotos pedindo para tirar foto, mas ela não cedeu aos pedidos e foi acusada de racismo ao tentar explicar a situação. Em vídeo, a cantora disse que se negou a ser fotografada, pois pensou que eles iriam roubá-la. A comunidade do Vidigal e principalmente a mãe de um dos garotos ficaram revoltados com a situação.

Em entrevista a revista época Michelle Santos da Silva, mãe do Ricardo de 15 anos, saiu em defesa do filho. Ela diz que o filho foi destratado pela cantora e que ela se sentiu muito mal com a situação. “Fiquei muito triste pelo meu filho, ele foi com seu celular fazer um vídeo e tentar tirar uma foto com a Ludmilla”, disse.

A mãe do garoto também disse que o filho ouviu deboches de uma amiga da cantora. “‘Pobre não poder ver famoso que fica assim!”

“A praia é muito bem frequentada, todo mundo se conhece.

Publicidade

Aqui não tem casos de roubo e nem de arrastão. Ela ofendeu meu filho ao dizer que é um ladrão. Eu e meu filho moramos na comunidade por que optamos. Ele é educado e estuda em um bom colégio. Isso não se faz”, desabafou a mãe.

Líderes da comunidade do Vidigal divulgaram nas redes sociais nota de repúdio à atitude da cantora. No texto eles acusam Ludmilla de mentir sobre os fatos e que a comunidade não merecia tal tratamento da cantora. “Vidigal é terra de pessoas boas e trabalhadoras e sempre somos receptivos com os visitantes. Porém muitos aproveitam da situação para crucificar a quem aqui, ainda tem seu direito de dignidade.” #Famosos