Uma maldição parece estar presente no rio São Francisco visto que, em um espaço de poucos meses, pelo menos quatro pessoas foram encontradas afogadas nas suas águas, conhecidas pela sua forte correnteza. Tal como informa o site “TV Foco”, a vítima mais recente foi o conhecido ator e diretor Glauber Teixeira, de 51 anos. Em uma fase já avançada de decomposição, o diretor foi encontrado pelos pescadores locais, em uma zona muito difícil de ter acesso e que não é aconselhada para nadar, tal como aconteceu com #Domingos Montagner e Camila Pitanga.

Depois da tragédia que envolveu Domingos Montagner, que abalou milhões de brasileiros, sobretudo aqueles que acompanhavam regularmente o trabalho do ator na Globo, mais três pessoas foram encontradas sem vidas, em situações muito semelhantes.

Publicidade
Publicidade

Primeiro foi um casal que, segundo as autoridades locais, foi encontrado no fundo do rio ainda abraçado, depois do homem se ter atirado ao rio para salvar a sua amada, agora foi o conhecido diretor Glauber Teixeira, que tem uma vasta carreira artística em Alagoas.

Depois de ter dito aos seus familiares que iria para o Recife, não dizendo se sozinho ou acompanhado, o diretor só foi agora encontrado pelas autoridades, cerca de dois meses depois da morte de Domingos Montagner. Como garante o site “TV Foco”, o diretor brasileiro foi encontrado ainda com a carteira consigo, apesar do seu avançado estado de decomposição. Foi precisamente através dos documentos que Glauber Teixeira tinha na sua carteira que as autoridades conseguiram identificar rapidamente o corpo encontrado.

O diretor de teatro, segundo o sobrinho do artista, garantiu que ele ultimamente estava com uma atitude “depressiva”, justificando assim o fato de ele muito provavelmente ter viajado sozinho e ter ido nadar no rio São Francisco sem que ninguém o pudesse socorrer.

Publicidade

Nas redes sociais, as semelhanças e os detalhes chocantes de mais uma tragédia no rio São Francisco estão arrepiando muitos brasileiros, que já questionam se essas águas não estão algum tipo de maldição para provocarem tantas mortes, pedindo que esse ano de 2016 possa terminar o mais rapidamente possível. #Acidente #Rede Globo