O ano de 2016 foi marcado pela presença feminina na música popular brasileira, principalmente no #sertanejo. Cantoras como Marília Mendonça e Maiara Azevedo arrastam multidões por onde quer que passem. Porém, a fama também tem seu lado negativo e a cantora Marília Mendonça conhece bem esse lado. Frequentemente criticada por não seguir padrões de beleza impostos a mulher. Ela não nega sua condição de gordinha e afirma que não é obrigada a ser magra.

Em entrevista ao site purepeople ela fala um pouco sobre sua carreira e as críticas que recebe sobre seu peso. "Ninguém me impõe nada! Não sou obrigada a ser magra e nem me render a modinhas que a mídia dita.

Publicidade
Publicidade

Minha profissão é cantar, não é subir em passarela. Colocaram na cabeça das pessoas um padrão e as pessoas têm que seguir. Acho isso um absurdo. A pessoa deve ser autêntica e fazer como achar melhor. Meu talento não tem nenhuma relação com meu peso ou com as roupas que uso. Se você tem talento, será bem aceito em qualquer profissão. Mas, se a pessoa quiser mudar por que quer, aí tudo bem", declarou a cantora.

A cantora ainda contou que já foi vítima de preconceito por ser gordinha. Sobre isso ela diz não se importar nenhum um pouco. Para ela, cada um tem suas características genéticas, por isso, ninguém precisa ser igual a ninguém. E afirma que se um dia decidir emagrecer será por decisão própria e não por imposição das pessoas.

Sobre seu estilo de roupa ela diz que se preocupa mais com o conforto do que com o visual da roupa.

Publicidade

Ela também não exagera na maquiagem, diz que quando se olha no espelho não gosta de ver outra pessoa. Com essas ideias, Marília Mendonça diz que pretende ser um símbolo de valorização da mulher, aceitar seu corpo como ele é.

A cantora também falou um pouco sobre relacionamentos. Segundo ela, por ser uma pessoa bem resolvida, nunca teve problemas com homem e, agora, depois da fama, esse problema continua não existindo. “De verdade, nunca tive problemas para arrumar namorados. Pelo contrário, me acho até exigente, gosto de escolher, não deixo ser escolhida. Já vivi paixões intensas, traí e fui traída, assim como qualquer outra pessoa”.