O número de telespectadores fãs de seriados está em alta. A procura por uma programação de qualidade faz com esse gênero esteja em constate produção. Porém, mesmo existindo infinitas opções de séries, existem aquelas que não saem da lista de preferidos do público. É o caso da série “Todo Mundo Odeia o Chris”, que mostra a vida conturbada de um garoto em uma periferia da cidade de Nova York. Porém, nessa segunda-feira (26), os fãs ficaram tristes ao lerem uma notícia. Um dos atores do elenco morreu devido a complicações na saúde.

O ator Ricky Harris atua há bastante tempo. Porém, foi na série “Todo Mundo Odeia o Chris” que ele ganhou visibilidade e conquistou fãs em toda parte.

Publicidade
Publicidade

No seriado, Ricky Harris interpretava o Malvo, personagem que aparecia frequentemente ao lado de Chris. A morte de Harris foi confirmada pelo ator Tyler James Wililiams, intérprete de Chris, que disse estar profundamente abalado com a morte do amigo. A imprensa norte-americana informou que o ator sofreu um infarto e morreu pouco tempo depois.

A morte do ator gerou grande comoção na internet. Famosos prestaram suas últimas homenagens através das redes sociais. O “Chris” usou o Instagram para dizer que a morte do amigo foi um golpe. "2016 não foi um ano fácil e, com certeza, ele deu outro golpe. Richy Harris foi um dos atores mais engraçados com que trabalhei e um dos poucos a entrar em um show e respeitar um elenco cheio de crianças talentosas. Subestimado é um eufemismo. Descanse em paz, Ricky Harris”, disse Tyler no Instagram.

Publicidade

O cantor Snoop Dogg também usou o Instagram para falar sobre a morte de Harris. Ele postou um vídeo em que aparecia emocionado e se despedindo do amigo “ "Hoje, eu perdi um amigo muito querido, Ricky Harris". Na legenda, o cantor pediu aos fãs que fizessem orações à família do ator e finalizou desejando que o amigo descanse em paz.

Fãs da série invadiram as redes sociais ao prestarem suas homenagens ao ator. Ricky Harris tinha 54 anos e atou em filmes como “Fogo Contra Fogo” (1995), “Tempestade” (1998) e “Dope: Um Deslize Perigoso” (2015). #Seriados