O Natal de 2016 termina mais triste. Um comunicado divulgado pela rede de TV britânica BBC informou que o cantor #George Michael morreu neste domingo (25/12), aos 53 anos, em sua residência, em Oxfordshire, #Inglaterra. O comunicado diz ainda que a família pede que sua privacidade seja respeitada neste momento difícil.

No inicio da década de 80, o cantor britânico formou, com seu amigo de escola Andrew Ridgeley, o grupo Wham!, que durou até 1986. Dois anos antes, quando já fazia carreira solo paralela, estourou nas paradas com a canção "Careless Whisper".

Durante os anos seguintes embalou vários outros hits como "Faith", "One More Try" e "Freedom".

Publicidade
Publicidade

Também gravou "Don't Let The Sun Go Down On Me", ao lado de Elton John.

Ainda nos #Anos 80, popularizou algumas modas, como o uso de jeans rasgados e brincos em forma de cruz em uma das orelhas, mas também não escapou das polêmicas, como na briga que travou com sua ex-gravadora Sony, a qual acusava de sabotagem e de querer mantê-lo sob escravidão profissional. Em 2003, atacou Tony Blair e George Bush em um single do compacto "Shoot the Dog".

A vida pessoal também estampou as capas dos tabloides sensacionalistas. Em 1998, após ser preso por atentado violento ao pudor, ao ser pego com outro homem em um banheiro público, assumiu publicamente sua homossexualidade.

Em 2010, foi condenado a oito semanas de prisão por bater com seu carro contra uma loja em Londres. Antes desse episódio, já tinha ficado proibido de guiar carros por cinco anos, por ter sido pego dirigindo sob efeito de drogas.

Publicidade

Três anos mais tarde, teve que ser levado de helicóptero para um hospital após outro acidente de trânsito, em que bateu com a cabeça.

Em maio de 2014, precisou passar por uma internação de uma semana. Os motivos não foram revelados, mas duas ambulâncias se dirigiram até sua residência, em Londres, após um amigo solicitar o serviço de emergência.

Em 2011, ficou perto da morte, ao ser internado por várias semanas em Viena, devido a uma pneumonia. No ano passado internou-se em uma clínica na Suíça para tentar se livrar da dependência química.