Num momento de tamanha tristeza e comoção, não existem pessoas mais ou menos importantes, porém a história do goleiro Danilo tem comovido muita gente, pois a princípio o atleta estava entre os sobreviventes e algumas horas depois anunciaram que ele não havia resistido aos ferimentos. Já no fim desta trágica semana, sua mãe, dona Ilaídes, comoveu o mundo com o abraço dado no jornalista Guido Nunes, um gesto tão simples, mas de um significado e uma grandeza inexplicável.

Publicidade

Conheça a trajetória do Goleiro Danilo

De acordo com pessoas próximas, desde muito jovem todos sabiam que sua vocação era ser #Goleiro.

Publicidade

"Nós tivemos que trabalhar, mas ele se destacou também no futsal e logo chegou aos times de base do Cianorte. Da base para o time titular foi um pulo" contou Sérginho Feitosa, um dos amigos de infância.

O começo de sua vida como goleiro profissional foi no Cianorte (2003-2005), passou pelo Engenheiro Beltrão (2006), voltando no mesmo ano ao Cianorte (2006-2007). Em seguida foi para o Nacional Atlético Clube (2008), e depois para o Paranavaí (2009). Esteve ainda no Operário de Ponta Grossa (2009-2010), indo depois para o Arapongas(2010-2011). Seu último time paranaense foi o Londrina (2011-2013).

Em novembro de 2013, Danilo assinou com a #Chapecoense. Desde o início já mostrou seu talento, auxiliando em sua escalada para a série A do Campeonato Brasileiro. Em janeiro de 2014, assinou definitivamente com a Chape, tornando-se titular em abril daquele ano. De acordo com o próprio Danilo, este havia sido o ano mais feliz de sua vida. "Nasceu meu filho, enfrentei grandes clubes do futebol brasileiro e recebi muito apoio dos torcedores”, disse o goleiro em entrevista..

Publicidade

Apenas 9 dias antes da tragédia que tirou sua vida (20/11), Danilo completou 150 partidas oficiais pela Chapecoense, sendo que destas, 100 foram na série A. O atleta estava com contrato assinado até o final de 2018.

Como títulos, podemos listar:

– Campeonato Catarinense (2016)

– Taça SC (2014)

– Campeão do Interior pelo Londrina (2013)

– Campeão do Interior pelo Cianorte (2004)

Na lista de conquistas pessoais do goleiro, estão:

– Goleiro menos vazado do Campeonato Catarinense (2016)

– Acesso para o Campeonato Brasileiro da Série A (2013)

– Goleiro menos vazado do Campeonato Paranaense (2013)

– Goleiro menos vazado do Campeonato Paranaense (2012)

– Goleiro menos vazado do Campeonato Paranaense (2011)

– Acesso para a Primeira Divisão do Paraná (2011)

– Acesso para a Primeira Divisão do Paraná (2010)

– Acesso para a Primeira Divisão do Paraná (2009)

– Acesso para a Primeira Divisão do Paraná (2008)

– Acesso para a Primeira Divisão do Paraná (2006)

– Acesso para a Primeira Divisão do Paraná (2003).

Publicidade

Danilo: atleta, filho, irmão, marido, pai

Filho de Alaíde Celine Padilha e Nilson Padilha, tinha uma irmã chamada Daniele que, em homenagem ao irmão, tatuou um desenho seu nas costas, com a camisa 1 e uma auréola, como um anjo. O último familiar a falar com Danilo foi o pai, que disse que ele sempre ligava quando ia viajar, mas desta vez a mãe não estava em casa. Sua esposa Letícia estava muito abalada durante a espera para o velório do marido, não queria deixar a Arena Condá e passou este tempo tomando calmantes.

O filho Lorenzo era um dos amores e orgulho de Danilo. Era presença constante nos treinos e virou queridinho dos colegas de trabalho do pai. O filho nasceu um pouco antes do esperado, a esposa ligou para avisar quando Danilo estava em concentração para o jogo em que o time teve sua primeira vitória na série A. "O Lorenzo me trouxe muita sorte" contou o atleta.

Segundo o fotógrafo Adalto Santana, amigo do pai de Danilo, “ele nunca mudou, continuou sendo uma pessoa simples, que dava atenção a todo mundo e não esqueceu os velhos amigos”.

Descanse em paz #Marcos Danilo Padilha. E lá do céu brilhe por sua família.

Este é o primeiro texto de uma série que falará sobre as vítimas fatais e os sobreviventes da tragédia ocorrida com a Delegação da Chapecoense, em sua ida para a final da Copa Sul-Americana.