Ontem, Jô Soares se despediu do 'Programa do Jô' após de 16 anos no ar, um dos programas mais longos da TV brasileira. Em 2000, o apresentador retornava à #Globo, após 11 anos no SBT, emissora concorrente. O 'Programa do Jô', era uma continuação do '#Jô Soares Onze E Meia' que era exibido na emissora do dono do Baú.

No final dos anos 80, Jô estreou no SBT um talk show, um gênero muito popular nos Estados Unidos, que misturava entrevistas com humor, algo que ele sabia fazer muito bem, já que antes de ser contratado por Silvio Santos, dava um show de humor com o 'Viva o Gordo', exibido pela Globo.

A aposta de Sílvio, e a genialidade de Jô Soares, trouxeram o talk show para o Brasil, tornando-o o pioneiro da atração no Brasil, que hoje é um coringa muito utilizado nas grandes emissoras que escalam humoristas para fazerem perguntas a seus entrevistados e, claro, soltar uma piada em momentos oportunos, garantindo risos (ou nem sempre) da plateia e do telespectador.

Publicidade
Publicidade

O humor inteligente de Jô fez com sua atração no SBT fosse um sucesso, tanto que ele voltou à Rede Globo novamente, com um programa que possuía o seu nome. Afinal, é impossível falar de talk show sem falar de Jô Soares. Ele que abriu a porta para Gentili, Adnet e Fábio Porchat, que estreou o seu 'Programa do Porchat' na Record, uma clara referência, ou melhor, homenagem ao apresentador da emissora concorrente.

A diferença de Jô para os concorrentes acima citados, além da experiência, é a maneira de conduzir o programa. Ele não precisa de gincanas, de muitos artefatos pra prender o convidado, sabe conversar com perguntas pertinentes e com tiradas de humor no momento certo, pois também sabe falar sério, no momento certo. Simplesmente, deixa seu convidado à vontade, olha nos olhos de quem está entrevistando e realmente se envolve com o assunto, sem ficar preocupado com os ângulos que câmera está explorando.

Publicidade

Nos últimos anos, surgiram novo programas do gênero, e Jô foi afetado pela concorrência, ficando em segundo lugar, tendo perdas recorrentes para o 'The Noite' , apresentado por Danilo Gentili no SBT. Mas muitas vezes, a audiência não é sinônimo de qualidade.

O 'Programa do Jô' vai deixar saudades para o telespectador da madrugada. Em 2017, Pedro Bial ocupará a lacuna de Jô, que declarou diversas vezes que não gostaria de deixar a TV. É uma pena um profissional de seu gabarito ficar fora da TV aberta, que cada vez mais vem substituindo qualidade por apenas bons índices, mas o grande público, realmente sabe o que é bom e Jô, nunca será esquecido seja qual for o seu destino na TV brasileira, já que o apresentador se despediu de seu público com um até logo. #Televisão