A carioca Fluvia Lacerda anunciou em seu Facebook neste último domingo, 18, que será capa da revista “Playboy”. As fotos da modelo serão publicadas pela versão brasileira da revista, que promete ser uma edição especial para colecionares. Será uma edição online da #PlayBoy e a pré-venda já está disponível. As vendas terão início a partir do dia 20 de dezembro.

A modelo tem 36 anos e nasceu no Rio de Janeiro, mas se mudou quando menina para a Amazônia. Atualmente, ela mora nos Estados Unidos, onde está desde os 16 anos, quando foi viver com sua tia e aprender a falar inglês, enquanto exercia a função de babá. Ela foi descoberta quando estava dentro de um ônibus na cidade de Nova York.

Publicidade
Publicidade

Foi abordada por uma produtora de moda. Fluvia é reconhecida como uma das modelos Plus Size mais importantes do mundo.

Convite para posar nua

Em fevereiro, ela foi chamada pela Playboy e, desde então, estavam negociando. Em entrevista à revista Época, a modelo revelou que não pensava em posar nua. “Confesso que inicialmente não foi muito fã da ideia, mas soube que nessa nova fase da revista eles estão menos sexuais, digamos, e com mais fotos artísticas”. #fluvia gostou da proposta feita pela revista e, ao fazer o pedido, ganhou carta-branca para fazer as fotos como quisesse.

A modelo escolheu como cenário para as fotos o estado de Roraima, em plena Amazônia. Em sua conta no Facebook ela postou toda sua alegria de concretizar o projeto. “Meu povo, nem consigo expressar o êxtase de ver esse projeto lindo concretizado! Fotografar na minha linda Roraima, com o apoio dos meus melhores amigos, cercada pela natureza incrível da terra que me criou…”, revelou a modelo em sua página.

Publicidade

Em 40 anos da revista Playboy é a primeira vez que uma Plus Size será a capa. A modelo acredita que esta é a base do seu trabalho. “Apoiar essa revolução feminina no planeta, essa é a minha luta”. Quando perguntada pela revista Época se já fizera algum tipo de dieta, ela responde que nunca sentiu essa necessidade. "nunca fiz a associação de que, para ser feliz, concretizar meus sonhos, eu precisaria ser magra”. #pluzsize