Nesta quinta-feira, 1, o apresentador Tiago Leifert começou mais uma edição do '#The Voice Brasil', a primeira ao vivo desta temporada na Rede Globo de Televisão. Já de cara, ele falou sobre a tragédia que envolveu o time da #Chapecoense. Um avião que levava a delegação do clube de Santa Catarina caiu a 38 Km do aeroporto de Medellín, na Colômbia. 71 pessoas morreram e outras seis são consideradas sobreviventes. Para cronistas televisivos e internautas, a fala de Tiago foi "piegas" e até mecânica.

Leifert, que começou a trabalhar na televisão justamente no jornalismo esportivo, começou o 'The Voice' dizendo que aquele programa era feito especialmente às vítimas da tragédia e não parou por aí.

Publicidade
Publicidade

O apresentador, que no ano que vem ainda acumulará o comando do 'Big Brother Brasil', falou que ele, a plateia e os jurados estavam juntos às famílias que perderam seus entes queridos. Para jornalistas respeitados, como Maurício Stycer, do UOL, a fala de Leifert parecia pretender apenas atrair audiência.

Os números do Ibope mostram que todos os programas que falaram da queda do avião do time de Santa Catarina tiveram crescimento na audiência. Até mesmo o famigerado 'Vídeo Show', que vivia uma de suas maiores crises no Ibope, tornou-se mais jornalístico e menos programa de fofoca. Com entradas ao vivo da Colômbia, a atração comandada por Otaviano Costa viu um crescimento de até 30% no número de telespectadores.

O 'The Voice' vive uma das suas melhores temporadas em termos de audiência e a estratégia utilizada pode ter seu revés.

Publicidade

Foi o que mostrou as redes sociais. "Gente, daqui a pouco a gente vai ver homenagem aos mortos até nos desenhos animados. Se fosse um dos cantores ou jurados até ia, mas começar um programa dias depois de uma tragédia e ainda dedicar aos mortos, não me parece o mais correto", disse Renan Carvalho, estudante de 27 anos, que não perde um dos programas do reality show da TV Globo. A opinião dele foi publicada no Facebook, sendo mais uma de tantas sobre a atitude de Leifert. #Crime