A funkeira #Anitta parece estar aproveitando bem o verão e as festas para se divertir e cuidar do visual. A cantora postou no Natal um vídeo em seu perfil no Instagram em que dançava de biquíni ao lado da tia Marília, de 45 anos. Na legenda da postagem, a cantora desejava Feliz Natal, dizia que a tia era a primeira entre suas fãs ligando para as rádios e exigindo as músicas da cantora. Também aproveitou para dizer que espera ter a mesma genética privilegiada que permitiu à tia chegar a metade da casa dos quarenta inteira. Os fãs também notaram e elogiaram a boa forma da tia e da sobrinha. "Gatas", comentou um internauta. A cantora tem mais de 16 milhões de seguidores na rede social (a população do estado inteiro do Rio Janeiro, terceiro estado em população do nosso país, é estimada em pouco mais de 16 milhões de habitantes).

Publicidade
Publicidade

A cantora também divulgou fotos do resultado de sua tentativa de se bronzear. Ficou uma marquinha de sol, cuja foto ela divulgou - basicamente fazendo #topless - junto com a legenda "Não lacrei nessa marca."

Nem sempre as ousadias da estrela do Show das Poderosas caem no agrado da galera. Em setembro deste ano, quando teve que ficar recolhida em casa, recuperando-se de um problema em suas cordas vocais que a levou a cancelar shows em três estados diferentes, Anitta postou no perfil no Instagram uma foto de si mesmo à beira da piscina com uma peça vazada e sem calcinha. E se houve quem elogiasse a ótima forma da funkeira, houve também quem perguntasse qual a razão para foto tão apelativa e até quem chegasse ao extremo de recomendar que a cantora pendurasse uma melancia no pescoço se o objetivo era, como parecia, aparecer.

Publicidade

Não que Anitta fosse uma estranha às polêmicas mesmo então. Por exemplo, uma foto da funkeira nua foi vazada há três anos depois que um celular da artista foi roubado. A veracidade da imagem foi confirmada pela equipe da cantor. Em outra ocasião, o look ousado pelo qual optou a cantora para fazer um show, o Show das Poderosinhas, dedicado às crianças foi questionado.

Vídeo: