Desembarcou nessa terça-feira (29), no Brasil, o ator norte americano Vin Diesel. Ao desembarcar, ele foi atencioso com os fãs, distribuindo autógrafos e tirando selfies. Logo após, curtiu uma balada na Vila Olímpia.

O ator veio ao Brasil para participar da feira de cultura pop Comic Con Experience que acontecerá do dia 1º (quinta feira) até dia 4 (domingo). Juntamente com as atrizes Ruby Rose e Nina Dobrev, ele participará de um bate-papo com os fãs e divulgará o filme “xXx: Reativado”.

A feira ocorrerá no #São Paulo Expo Exhibition & Convention Center. Também participará do evento a atriz Natalie Dormer, a rainha Margaery da série “Game of Thrones”.

Publicidade
Publicidade

A estreia do filme está marcada no Brasil para 19 de janeiro de 2017.

Conheça um pouco da história do ator

Conhecido por estrelar filmes de ação como os da série Velozes e Furiosos, o ator de 49 anos tem um longo trajeto nas produções cinematográficas, porém, antes da fama, ele teve outros trabalhos.

Além de ter sido estudante de inglês, o ator trabalhou com operador de telemarketing e segurança, porém abandonou tudo para seguir seu sonho.

Sua carreira começou nos teatros, todavia, não conseguiu impressionar os diretores de Hollywood. Persistente, decidiu ele mesmo produzir seus filmes. Conseguiu três mil dólares e escreveu uma história em que seria seu primeiro passo para uma carreira gloriosa, o curta-metragem "Multi-Facial". Como resultado de seu esforço e talento, o filme foi exibido no Festival de Cannes, no qual conseguiu impressionar Steven Spielberg.

Publicidade

Satisfeito com o reconhecimento do seu trabalho, o ator decidiu que já era hora de um segundo filme, o longa-metragem “Strays”, lançado em 1997. Sem fundos para o filme, ele arrecadou cerca de 50 mil dólares através de doações. E mais uma vez as atenções de Steven Spielberg se voltaram para o rapaz, que dessa vez o convidou para atuar em “O Resgate do Soldado Ryan”.

Esses foram os primeiros trabalhos do ator, o ponto de partida para estrelar filmes campeões de bilheteria, como “Velozes e Furiosos” e outros também consagrados pela crítica.