No dia 23 de janeiro, estreia o BBB17 na Rede Globo. A nova edição do #Reality Show da emissora de televisão fundada por Roberto Marinho vai ao ar cheia de novidades. A renovação é parte da estratégia da "Vênus Platinada" para recuperar a audiência e tentar barrar a queda de público que vem ocorrendo ao longo dos anos.

Enquanto o programa não estreia, preparamos uma lista com 10 fatos interessantes ou curiosos sobre o Big Brother Brasil que talvez você não saiba. Confira a seguir.

1. Tudo novo no BBB17

O Big Brother Brasil de 2017 vai ao ar recheado de mudanças. A principal delas é o apresentador. Sai Pedro Bial, entra Tiago Leiffert.

Publicidade
Publicidade

Até mesmo a cor do logotipo foi alterada, deixando de ser azul para se tornar alaranjado. Além disso a estreia da versão brasileira do programa será numa segunda-feira pela primeira vez na história.

2. Beijo gay

Muito antes da novela "Amor à vida" exibir o primeiro beijo gay numa novela, o Big Brother Brasil mostrou o beijo entre duas mulheres, Clara e Vanessa. O fato ocorreu no BBB14 no dia 18 de janeiro de 2014. Já o beijo entre Félix e Niko só iria ao ar no dia 31 do mesmo mês.

3. Recorde de votações

Mais de 154 milhões de votos. Esse é o recorde de votações em reality shows no mundo. O número foi obtido durante a final do BBB10 no dia 30 de Março de 2010. A edição foi vencida por Marcelo Dourado.

4. Audiência em declínio

Depois do sucesso inicial, o Big Brother Brasil foi perdendo cada vez mais a sua audiência no Ibope.

Publicidade

A edição 14 do BBB é até o momento aquela com menor média, 22 pontos. 1 ponto é o equivalente a 65 mil domicílios na Grande São Paulo. Para efeito de comparação a primeira edição do programa teve média de 40 pontos.

5. Duas edições num mesmo ano

O Big Brother Brasil acontece todos os anos. Mas o sucesso da primeira edição em 2002 fez a Rede Globo se apressar e lançar o BBB2 ainda no mesmo ano.

6. Suspeita de estupro

O BBB foi palco de alguns casos de polícia. Talvez o mais grave tenha ocorrido no BBB12 quando o participante Daniel foi acusado do estrupo da colega Monique. A repercussão negativa do caso levou a Globo a expulsar o brother alegando "comportamento inadequado".

7. Nudez ao vivo

Na edição 3 do Big Brother Brasil aconteceu um dos casos mais inusitados de todas as edições: Eliane Lima, que estava na plateia, tirou a roupa e invadiu o palco. Ela usava apenas um tapa sexo e agarrou Pedro Bial pelo pescoço. Ela ficou conhecida como a "peladona do BBB".

8. Recordistas de rejeição

O BBB5 é responsável pelo record e de rejeição de alguns participantes.

Publicidade

A estudante carioca Aline Cristina não caiu nas graças do povo. Ao disputar o paredão com a atriz Grazi Massafera, ela foi eliminada com 95% e a fachada da sua casa foi pichada com a inscrição "X-9".

9. Só ricos

A edição 7 do Big Brother Brasil foi alvo de uma luta de classes. A informação, nunca confirmada, de que a Rede Globo decidira não mais selecionar pessoas "pobres" revoltou o telespectadores. A intenção da emissora seria evitar que os participantes fossem alvo da "pena" do público na hora da votação.

10. Ex-participantes

Não era a primeira vez que acontecia, mas a edição 13 do BBB trouxe de volta nada menos que seis ex-participantes do reality show, incluindo dois que havia sido campeões anteriormente. Um deles, o Bambam, pediu para sair apenas 4 dias depois do início do programa. #Curiosidades #BBB Big Brother Brasil