A briga entre a atriz Danielle Winits, o repórter do programa Fofocando, do Sistema Brasileiro de Televisão (SBT) e colunista do jornal O Dia, #leo dias, e o ator e marido da atriz, André Gonçalves, está bem longe do fim.

Após a loira ter ido a 14ª Delegacia de Polícia, no Leblon, com o seu advogado Silvio Guerra, prestar queixa contra Leo, alegando que o jornalista vem denegrindo a sua imagem, Dani fez um desabafo em seu Instagram na noite da última quarta-feira, 11.

Em seu post na rede social, Dani mostra a cópia do termo circunstanciado que obteve na delegacia com um longo texto. A atriz revela que não permitirá mais abusos contra a sua pessoa e levanta a bandeira do feminismo.

Publicidade
Publicidade

Ela ainda acusa Dias de machismo e diz que o jornalista incita ainda mais a cultura sexista através de sua coluna no jornal O Dia.

Ainda, em seu texto, a mulher de André Gonçalves conta a sua história como filha, mãe e mulher e finaliza o desabafo dizendo que quer justiça. "Recomecem como eu e denunciem. Sem mais pranto. Mulheres unidas e munidas de si mesmas em uma só voz , como em um só canto . Com todo meu amor, Danielle Winitskowski de Azevedo'", escreveu.

Entenda o caso

Tudo começou no dia três de janeiro, quando Leo Dias publicou em seu coluna que Dani Winits alegou estar grávida para ter prioridade na fila de embarque de um voo para Nova Iorque, onde comemorou o ano novo. A loira negou as informações e chamou o repórter de 'pseudojornalista'.

Furioso, Leo resolveu jogar no ventilador e revelou um podre da atriz.

Publicidade

Segundo o profissional da imprensa, Dani teve um caso com o seu personal trainer na época que era casada com o jogador de basquete, Amaury Nunes.

Para esquentar ainda mais o barraco virtual, André Gonçalves resolveu defender a esposa e postou um vídeo no Instagram ameaçando Dias. Nas imagens, o ator que já se envolveu numa confusão com o ex-jogador Pelé, em 2001, diz que vai quebrar todos os dentes do jornalista.

No mesmo dia da postagem do vídeo, o funcionário do jornal O Dia prestou queixa por ameaça e injúria na 16ª Delegacia de Polícia, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro. Como André não é réu primário, ele pode pegar até três meses de prisão. #Famosos #Casos de polícia