Mais uma vez o ator da TV #Record, Leonardo Vieira, passou por poucas e boas por conta de sua sexualidade. Após ser visto beijando outro homem na rua, diversos comentários de desconhecidos chegaram aos seus ouvidos e ele lamentou tantos ataques homofóbicos de quem nem o conhecida. A novidade é que, desta vez, o artista negou a participação em uma novela bíblica do canal do qual é contratado. O ator justificou que não aprovou o personagem para o qual foi convidado e preferiu não aceitar o papel, deixando a novela de lado.

O convite feito para Leonardo Vieira foi para estar como um dos principais personagens de "Apocalipse", um enredo de suspense, mistério e que adapta o último livro da Bíblia, que relata sobre como será o "fim do mundo".

Publicidade
Publicidade

As informações foram dadas com exclusividade pelo jornalista Flávio Ricco, do portal UOL.

Atualmente, Leonardo está nos palcos do teatro, fazendo um personagem no espetáculo "Nove em Ponto". Quem contracena com ele é Bianca Rinaldi, também atriz da TV Record. A peça está em cartaz na cidade de São Paulo, na capital.

Até o momento de fechamento desta reportagem, a Record não comentou sobre a negativa de Leonardo Vieira para a novela "Apocalise" e nem quem o substituirá na trama. O ator também não tem comentado mais sobre os ataques que sofreu.

Pela internet, fãs dele lamentaram esse afastamento do canal do Bispo Macedo.

"Poxa... uma pessoa talentosa e incrível. Espero que nao desista da Record por causa de homofobia", escreveu uma fã em uma notícia sobre ele.

"Que esse crime seja punido logo e esses bandidos aprendam a respeitar o próximo.

Publicidade

nojentos!!!", protestou outra seguidora do artista.

Homofobia é punida como crime

Apesar de ter sofrido agressão verbal na internet, o ator não deixou barato e correu atrás de seus direitos, se revelando contra seus "algozes". Leonardo Vieira coletou os comentários negativos e os ameaçadores contra ele e foi em uma delegacia denunciar quem disse que faria mal a ele.

A queixa foi prestada na Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática. #Record TV #Famosos