Alguns dia atrás, o pastor Valdemiro Santiago foi atacado por um rapaz no momento em que fazia uma pregação em uma #Igreja evangélica, situada no bairro do Brás, na cidade de São Paulo.

O ataque sofrido pelo pastor, ocorreu no momento em que um culto realizado pelo mesmo estava sendo exibido ao vivo em rede nacional. Valdemiro estava fazendo sua pregação, quando de repente, um jovem de 20 anos o atacou por trás e golpeou o seu pescoço duas vezes com um facão. Logo em seguida, Valdemiro foi encaminhado às pressas para o hospital Sírio Libanês, onde ele foi submetido a uma cirurgia e levou cerca de 20 pontos nos ferimentos.

No momento do ataque, os seguranças presentes no local conseguiram segurar o agressor e o levaram imediatamente para a delegacia mais perto, onde ele foi preso em flagrante por tentativa de homicídio.

Publicidade
Publicidade

Segundo informações, o rapaz que agrediu o pastor não faz parte do grupo de fiéis da igreja.

Após se recuperar, Valdemiro gravou um vídeo ao lado de sua esposa, bispa Franciléia. Nesse vídeo, ele fala sobre o ataque e dá detalhes sobre o acontecido. O pastor disse que Deus sabe a hora certa de levar cada pessoa e que, apesar de tudo, ele perdoa a pessoa que fez isso, pois esse rapaz carece de perdão. Neste mesmo vídeo, após dar detalhes sobre a tentativa de homicídio que sofreu, o pastor também pediu para que 8 mil fiéis da igreja Mundial doassem cerca de mil reais para arcar com os custos do seu programa na TV fechada, pois ele não teria condições de pagar esse valor no momento. Segundo Valdemiro, o valor de 8 milhões de reais cobre trinta dias de produção em seu canal, que é o principal meio de pregação utilizado pelo líder da Igreja Mundial.

Publicidade

Valdemiro, até 2012, contava com outros canais como a Band, Rede TV e UHF 21, porém perdeu espaço devido ataques da Igreja Universal. De uns tempos para cá, a relação entre essas duas igrejas estão melhorando, devido ao fato de Valdemiro ter apoiado o sobrinho de Edir Macedo nas últimas eleições do Rio de Janeiro.

Em um programa posterior ao acidente, o pastor relatou que sua camiseta ensanguentada acabou por relar em uma fiel, que se deu por curada. Devido esse “milagre”, o pastor guardou a camiseta ensanguentada para curar os próximos fiéis e ironizou a imagem do diabo dizendo que o saldo de todo o acontecido teria sido positivo. #Polêmica #Religião