Nesta semana, um famoso apresentador viveu momentos difíceis. Contratado do SBT, Léo Dias dirigia o seu carro em uma movimentada via da Zona Sul, do Rio de Janeiro, quando perdeu o controle do seu veículo. As primeiras informações sobre o caso foram dadas pelo próprio colunista durante o 'Fofocando'. Segundo Léo, ele é um homem muito agitado e não sabe bem o que houve, mas acabou capotando. Segundo Dias, após sair do veículo, um conhecido de uma escola de samba passou e perguntou se ele precisava de alguma coisa. O colunista então pediu que o integrante da escola o tirasse do local e foi para casa, dormindo logo em seguida.

Enquanto isso, os bombeiros foram para o local e tiraram o carro da pista.

Publicidade
Publicidade

Uma imagem do veículo chegou a ser exibida durante o programa matinal e assustou muita gente. As primeiras informações sobre o caso surgiram nas redes sociais. Muita gente disse que estava orando pelo comunicador, a fim de que ele melhorasse logo. Outras pessoas, no entanto, insinuaram que o acidente teria sido magia negra, a popular "macumba", enviada por algum famoso. Léo tem problemas pessoais e jurídicos com muitos nomes célebres. Sua última grande polêmica foi com o casal de atores Danielle Winits e André Gonçalves. Dias disse que a loira teria mentido sobre uma gravidez, com o objetivo de furar a fila em uma aeroporto, no Rio de Janeiro.

Isso degringolou uma séria de falas e até ameaças. André gravou um vídeo dizendo que o colunista, que também trabalha para o jornal carioca 'O Dia', seria um "cheirador de cocaína".

Publicidade

Ele ainda falou que não processaria mais o famoso, mas sim que quebraria os dentes dele. O caso fez com que o contratado do #SBT fosse à uma delegacia carioca, onde decidiu realizar uma denúncia sobre o caso.

É bom dizer que o colunista não acusou nenhum de seus desafetos pelo o que aconteceu com ele. Léo acabou passando por exames e ficou 48 horas em observação. Ele teve uma lesão no fígado por conta do capotamento, mas não corre o risco de morte. Dias garante que está liberado pelos médicos a fazer fofoca.