Marcão, repórter da #Record que chamou ao vivo a cantora Ludmilla de "pobre e macaca", pode perder mais do que seu emprego. Na última quarta-feira (18), em nota, a Record afirmou que não pactuava com a atitude do repórter que era o âncora do jornalístico "Balanço Geral DF" e o demitiu.

O contrato de Marcão era de três anos com a emissora de Brasília. O apresentador havia assumido o posto de comandante máximo do programa, em agosto de 2016.

Conforme apurou o site de notícias "Na Telinha",` o salário do apresentador era de R$ 50 mil brutos. Entretanto, com a venda de merchandisings dentro do programa e outras ações de marketing na emissora, ele poderia ganhar entre R$ 70 e R$ 100 mil.

Publicidade
Publicidade

Como se trata de um contrato de 36 meses e apenas 5 foram cumpridos, o apresentador perderá 31 meses de salário, ou seja, pode perder até R$ 3,1 milhões. Como o contrato é mútuo, existe uma multa rescisória que a Record teria de pagar para encerrá-lo prematuramente. Marcão não aceita e, segundo seu advogado que emitiu nota pública nesta quinta-feira (19), o apresentador não aceitará a rescisão e o caso será enviado à justiça.

A Record, por sua vez, afirma que não aceitará mais Marcão em seu "casting" de apresentadores e, no caso de insistir na recusa de assinar, também procurará fazê-lo por meios judiciais. Pelo que apurou o site, a Record quer negociar o encerramento sem o pagamento integral da multa.

O apresentador ainda pode perder mais dinheiro se #Ludmilla processá-lo por danos morais.

Publicidade

E, de acordo com seus assessores, ela o fará.

Entenda o caso

No dia 9 de janeiro, Marcão, ao apresentar o quadro "A Hora Venenosa" em seu programa, referiu-se a Ludmilla como "pobre e macaca". A cena voltou a se repetir no dia 17, quando as afirmações foram novamente proferidas. O apresentador relatava o fato da cantora se recusar a tirar foto com fãs em duas situações, em uma, ela inclusive disse que não era Ludmilla, para uma garotinha de 12 anos. Posteriormente, o caso ganhou extrema repercussão nacional e a Record decidiu afastá-lo da emissora e, horas depois, demiti-lo. Ludmilla ainda afirmou que irá processar o apresentador por crime racial.

#Racismo