A garotinha que morreu vítima de bala perdida tem emocionado todo o Brasil. O caso aconteceu em Irajá, zona norte do Rio, no último dia 22, enquanto Sofia Lara, de apenas 2 anos, foi atingida por uma bala perdida.

Durante o RJ TV, após exibição da entrevista da mãe da menina morta, a apresentadora Renata Capucci falou com voz embargada e quase chorou ao vivo. Ela parou alguns segundos, pediu desculpas por ser muito difícil falar e continuou apresentando o telejornal. E pediu desculpas mais uma vez por dar a próxima notícia ainda com a voz embargada.

Renata tem 43 anos, é carioca, casada com Ivo Sternick e tem duas filhas, Diana Sternick e Lily Sternick.

Publicidade
Publicidade

A repórter e apresentadora revelou recentemente à revista 'Crescer' que ela teve cinco gestações. Além das duas filhas, de 3 e 11 anos, ela perdeu três bebês, sendo um deles com 33 semanas. O bebê chegou a nascer em uma cesárea complicada e acabou não resistindo.

Na edição desta segunda-feira, 22, comandada por Renata, foi ao ar a história de vida da menina e um depoimento emocionado e emocionante da mãe, Hérica Braga, que narrou os últimos momentos que ela vivenciou com a filhinha.

A mãe relatou na reportagem que a criança a beijava muito, além do que era habitual, minutos antes do trágico ocorrido. Ela ainda disse que parecia que Sofia estava se despedindo dela. Sofia dizia que amava a mãe até o céu, demonstrando o maior amor possível. A mãe completou: "E hoje ela me ama até o céu mesmo".

Publicidade

A cena repercutiu bastante nas redes sociais, pois sabe-se que a #Globo é muito impessoal e rígida com seu #Jornalismo. Recentemente, Chico Pinheiro, que substituía Willliam Bonner na bancada do Jornal Nacional, bateu palmas para um gari, também uma história emocionante de solidariedade. O caso também repercutiu.

Sofia Lara, que brincava em um parquinho quando foi atingida no rosto por uma bala perdida, foi socorrida pelo pai, levada ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos. A bala foi "perdida" na troca de tiros entre policiais e um suspeito de dirigir um carro roubado.

#Televisão