Para muitos, é o inferno na Terra, mas para outros é uma tradição deliciosa. Seja pelo amor ou pelo ódio, desde 2002, o BBB é um dos assuntos do verão. E hoje não foi diferente, com a estreia da 17º edição do Big Brother Brasil. Recheado de novidades, a começar pelo apresentador, o programa de estreia foi morno, rápido (cerca de meia hora), e com a presença de apenas 4 participantes. Os 13 demais só entrarão na casa no segundo dia.

Viúvas de Pedro Bial

Os trends da internet já indicavam, antes da estreia, desconfiança com Tiago Leifert e saudades de Pedro Bial. Escalado para substituir Jô Soares, o jornalista deixou o programa que conduzia desde o início sem nenhum alarde: não houve troca de bastões e seu nome foi sequer mencionado.

Publicidade
Publicidade

Um tanto formal e mais comedido como o costume, Tiago Leifert já começou o programa falando sobre os participantes, sem nenhuma manifestação pessoal, apenas dizendo que "era sua primeira vez ali" numa brincadeira ao vivo com os participantes que estavam lá. Fez bem: ainda tateando em terreno desconhecido, apesar de sua experiência com programas ao vivo, Leifert deu um ou outro sinal de nervosismo, mas não cometeu nenhuma gafe. Sua prova de fogo na função será a eliminação, que tem como marca registrada os discursos enigmáticos de Bial.

"Tipo assim"

A casa abriu apenas para 4 participantes: 2 pares de irmãos gêmeos: os rapazes com 23 anos e as meninas com 20. Bonitos, sarados e sorridentes, pareciam recém-saídos de um episódio de Malhação. Em um depoimento ao vivo, Antônio, um dos irmãos, disse "tipo assim" a cada 3 palavras, em um claro presságio que da boca deles não deverá sair nada muito profundo.

Publicidade

De qualquer modo, foi um ponto de partida criativo e que saiu da mesmice. Calcado na diferença de personalidade entre eles, somente um gêmeo permanecerá na casa na próxima semana.

Rafael Cortez e bonecos falantes

Mais de uma vez foi enfatizada a presença do BBB nas redes sociais. De olho na renovação de seu público, o programa de estreia quis dar um tom mais interativo, que por enquanto foi pura maquiagem. O ex-CQC e atual repórter do Vídeo Show Rafael Cortez terá um quadro em que a web é protagonista, com seus memes e vídeos. Foi apresentada também uma família de bonecos, dois deles dublados por Lúcio Mauro Filho e Heloísa Perissé que, aparentemente, não é uma boa ideia.

E foi discretamente como no início que Tiago encerrou a edição, que não disse ainda a que veio. O novo BBB não é tão novo, mas seria injusto dizer que é o mesmo. A entrada dos participantes e o desenrolar do desempenho de Leifert serão cruciais no sucesso ou não do programa. #Televisão #BBB Big Brother Brasil #Rede Globo