Angelis Borges é natural de Uberlândia (MG) e tem 30 anos. Ficou famosa no Brasil em 2013, depois de ganhar 1 milhão de reais no programa “A Fazenda de Verão”, que passou na Record. E foi nesse reality show que ela assumiu sua homossexualidade. Ela relata em entrevista para o site UOL que na época foi muito complicado, por vir de uma família evangélica.

Atualmente ela mora em Nova York com sua esposa, Nina Fisher, de 39 anos. Angelis vem recuperando a sua fama de 2013 com o seu canal no #youtube, onde mostra detalhes e intimidades da sua vida de casada. A youtuber criou um laço com os seus fãs e sempre defende as causas LGBT, apoiando muitas pessoas quem têm um certo medo de "sair do armário".

Publicidade
Publicidade

Ela conta na entrevista que o canal foi criado para ajudar na luta contra o preconceito. Fala que em Nova York é fácil assumir sua homossexualidade, mas que no Brasil é bem diferente e por isso assumiu essa responsabilidade de quebrar esses preconceitos que existem.

A youtuber hoje conta com mais de 27 mil inscritos no seu canal, com audiência formada por 18% de americanos, 16% de brasileiros e o restante vem de diversas partes do mundo. Seus vídeos são gravados em inglês, mas sempre possuem legenda em português, alcançando uma média de 20 mil visualizações. Um deles já atingiu a marca de 560 mil visualizações. No #Vídeo ela conta de forma divertida alguns detalhes do seu dia a dia e sua intimidade com Nina Fisher.

Veja o vídeo:

"Eu tive uma vida muito complicada antes do programa. A vida me mostrou como ser forte, para ser capaz de enfrentar tudo que encarei.

Publicidade

Meus seguidores e fãs sempre pedem para eu escrever um livro apresentando toda essa trajetória" , disse Angelis Borges ao site UOL

Fisher trabalha como corretora de imóveis de luxo e Angelis possui uma renda que vem do seu blog pessoal e Instagram. Diz ainda que é paga para compartilhar produtos de que gosta e usa. Mas seu canal no YouTube não vem trazendo um bom retorno financeiro para o #Casal. Ela relata que algumas marcas conhecidas não querem um casal LGBT como "garotas propaganda".