Uma notícia vem causando muita tristeza para os fãs da dupla Marinho e Eduardo. É que o cantor Wagner Roberto Marinho, de 34 anos de idade, sofreu um terrível #Acidente e, infelizmente, veio a falecer. O acidente aconteceu no dia 4 de janeiro, na MT-208 e a polícia confirmou que a caminhonete caiu de uma ponte e parou às margens de um riacho. A GM S-10 ficou completamente destruída e a vítima, que dirigia o veículo, não resistiu aos ferimentos graves.

De acordo com Tales Paes, soldado que atendeu a ocorrência, a Polícia Militar recebeu a notícia da #Morte do cantor através de um telefonema e uma ambulância foi ao local, no entanto, o cantor já estava morto.

Publicidade
Publicidade

Segundo Tales, não se sabe o que aconteceu no momento do acidente porque não tinha nenhuma testemunha e também não há nenhuma hipótese do que aconteceu. O que se sabe é que os acidentes são frequentes na região onde aconteceu essa catástrofe. O corpo do cantor #sertanejo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) e lá passou por exames de necropsia, sendo, em seguida, liberado para procedimentos fúnebres.

Eduardo, parceiro da vítima, falou sobre o assunto

“O provável é que tenha perdido o controle do carro, porque não tinha marca de frenagem”, disse o parceiro musical de Marinho. Ele ainda ressaltou que o moço era muito responsável e dirigia muito bem. Eduardo lamentou o ocorrido e disse que soube da notícia às 4h da manhã e que, para ele, vai ser muito difícil subir no palco. A morte de Wagner Roberto Marinho parece ter desanimado o rapaz, já que o sertanejo não tem desejo de seguir a carreira sozinho.

Publicidade

O mesmo revelou que voltar a cantar não está em seus planos, no momento, mas ele também admitiu que não sabe no que pode acontecer daqui pra frente.

Vale lembrar que o cantor sertanejo era casado com uma moça chamada Aline e, infelizmente, deixa uma filha adolescente, Ana Laura. O corpo foi velado na quinta-feira (5), no Lions Clube, no Setor E, e o sepultamento foi em Alta Floresta, a cerca de 774 km de Cuiabá, Mato Grosso.