O cantor gospel #Pregador Luo movimentou o Facebook, nesta segunda-feira (9), com postagens em que criticou os deputados federais Jair Bolsonaro e Marco Feliciano, ambos do Partido Social Cristão (PSC), o presidente eleito dos Estados Unidos Donald Trump e ainda opinou sobre o #aborto.

Críticas

Na primeira postagem, Pregador Luo compartilhou um vídeo publicado pela página esquerdista “Quebrando o Tabu” em que a atriz Meryl Streep aparece criticando Donald Trump, que assume a presidência dos Estados Unidos no próximo dia 20, durante a premiação do cinema e da TV Globo de Ouro.

“Sabe que muita coisa que a Meryl Streep disse são mentiras já provadas? Recomendo pesquisar sobre o artigo do Felipe Moura a respeito desse vídeo”, disse um seguidor, que postou um link de reportagem feita pela revista Veja.

Publicidade
Publicidade

“Eu não tinha conhecimento desse fato e vou editar meu texto com base na minha opinião, mas isso não muda muita coisa sobre o fato de como Trump agiu a vida toda, inclusive contra as mulheres”, afirmou o cantor.

Bolsonaro e Feliciano

Na segunda postagem, a que mais repercutiu, o Pregador Luo citou três políticos e causou muita polêmica. “Que depois de Trump, não elejam Bolsonaro, Feliciano e afins! Essa é minha opinião! E tenho meus motivos e minhas convicções para crer nisso”.

Em cinco horas no ar, eram mais de 120 compartilhamentos, 3 mil curtidas e centenas de comentários, a maioria deles contrários ao artista. “Sim, não votem no Bolsonaro, votem em Lula, Jean (Willys), Jandira (Feghali), Benedita (da Silva), Gleise Hofman, votem nos esquerdalhas, o país vai melhorar muito”, comentou um seguidor.

Publicidade

“Quem respeita a opinião e convicção alheia não escreve 'ordens' como 'não elejam', escreve. 'Eu não voto em fulano' e apresenta motivos para isso. Dizer simplesmente minha opinião é raso, e se não quer alguém refutando, não deveria postar publicamente”, postou uma seguidora.

O cantor também foi defendido em alguns comentários. “Parabéns Luo, muitos cristãos pensam que nem você, mas tem receio de expor a opinião porque os filhos do Bolsolixo não respeitam opinião de ninguém! A gente tira pelos comentários”, desabafou um seguidor.

Em outra postagem, Luo se explicou. “Sou um cara que, diferente de muitos, tem a oportunidade de saber de fato como são os bastidores evangélicos e políticos do nosso país. Não estou dizendo as coisas que digo de forma gratuita ou rancorosa. Não me deslumbro com favores ou cargos. Quando falo certas verdades, as digo porque quero blindar a mente de vocês com relação aquilo que eu vi pessoalmente e constatei ser ruim”.

Aborto

“Não sou a favor do aborto jamais, e sempre vou orientar as pessoas segundo o amor de Deus e segundo a Bíblia.

Publicidade

Mas se as pessoas não aceitam essas regras morais ou espirituais devemos impor isso a elas e fazer com que vivam segundo as nossas crenças? Obrigar alguém a fazer algo não me parece nada cristão”, postou o artista.

Muitos seguidores concordaram com a opinião de Luo, mas alguns foram contra porque entenderam que ele estava sendo favorável ao abordo com a opinião.

“Aborto é crime contra a vida! Independente de religião, isso é desculpa dos abortistas. Muitos ateus são contra o aborto”, afirmou um. “Te admirava, suas músicas (mais antigas principalmente). Mas venho no seu face e só prega besteiras. Me parece um esquerdista nato”, disse uma seguidora. #Jair Bolsonaro e Marco Feliciano