#Chico Pinheiro já é velho conhecido do público de jornalismo da #Globo por trazer um pouco de humor e "inovar" dentro de uma rígida cartilha imposta por William Bonner e companhia limitada aos jornalistas da emissora.

Nesse sábado (14), ele encerrou o "#Jornal Nacional" aplaudindo a história de um catador de lixo de 72 anos, de Olinda, Pernambuco, pai de sete filhos. Há cerca de 24 anos, o catador Sebastião Pereira Duque faz coleta de material reciclável pelas ruas da cidade, puxando uma carroça. O homem de vida simples e humilde tem um coração extremamente generoso, pois mesmo com o pouco que ganha ajudou a construir uma escola que atende 75 crianças de 2 a 6 anos.

Publicidade
Publicidade

O generoso senhor também ajuda com mão de obra e o que pode a erguer barracos para aqueles que o necessitam.

Após mostrado o vídeo da reportagem de Sebastião, os âncoras do JN Giuliana Morrone e Chico Pinheiro parabenizaram seu Sebastião pela disposição em ajudar o próximo mesmo diante todas as dificuldades.

"Está aí, uma aula de sabedoria, de honestidade, para autoridades, políticos, para todos nós", afirmou o sorridente Chico Pinheiro. "Sebastião é o cara", acrescentou com felicidade estampada no sorriso, Giuliana Morrone.

Ao término da frase da companheira de bancada, Chico balançou a cabeça concordando com a colega e finalizou o programa batendo palmas para a atitude de Sebastião.

Já não é a primeira vez que Chico Pinheiro chama atenção do público por seu método não convencional de se despedir, principalmente no tão tradicional "JN".

Publicidade

Na última semana ele quebrou a tradição imposta por Bonner em finalizar com um frio "boa noite". Chico disse: "Graças a Deus que hoje é sexta-feira. É vida que segue”.

A opinião do público na internet reverberou de maneira muito positiva.

Além do "graças a Deus", Chico ainda mandou um sinal de "paz e amor" para o público.

Chico Pinheiro ou Francisco de Assis Pinheiro é gaúcho de Santa Maria, tem 63 anos e já foi casado com outra jornalista da Globo, Carla Vilhena com quem teve 3 filhos Pedro Vilhena Pinheiro, Clarissa Vilhena Pinheiro, Marcelo Vilhena Pinheiro.

É conhecido do público do "Bom dia Brasil" e eventualmente substitui Bonner na bancada do "JN". Tem um bordão também famoso no jornalístico matinal onde eventualmente cumprimenta o público no início da semana: "Coragem, hoje é segunda-feira".

Assista: