William Bonner vai mesmo ter que retornar ao trabalho imediatamente, apesar de ter pedido uma licença depois do #Acidente grave do filho Vinícius. Tal como informa o site “UOL”, a assessoria da #Globo confirmou finalmente que o âncora vai retornar na próxima segunda-feira, dia 9 de janeiro. Mesmo se não estiver preparado psicologicamente para o seu regresso, a verdade é que os responsáveis da Globo consideram que a ausência de Bonner nas últimas semanas têm representado um enorme prejuízo para a emissora.

Os últimos meses do âncora do “Jornal Nacional” têm sido um autêntico inferno para ele e sua família. Depois do seu divórcio, que fez com que sua vida privada fosse noticiada diariamente, o âncora perdeu seu pai no final de novembro, tendo ficado afastado da Globo durante as últimas semanas, respeitando dessa forma seu período de luto.

Publicidade
Publicidade

Contudo, depois do seu retorno a 26 de dezembro, passaram somente sete dias para que Bonner fosse obrigado a pedir outra licença para acompanhar seu filho, vítima de um acidente grave.

Nos últimos dias, Bonner, juntamente com Fátima Bernardes e seus filhos, têm acompanhado de perto o desenvolvimento do estado de saúde do amigo Guiliano Castro, tendo mesmo se disponibilizado para doar sangue para a operação do jovem. Contudo, mesmo que sua presença ao lado dos filhos seja importante para eles, a verdade é que Bonner não terá mais direito à licença por causa do acidente do filho.

Como garante o site “UOL”, a Globo anunciou que a data do retorno está marcada para segunda-feira, terminando dessa forma sua longa ausência no “Jornal Nacional”. Nas redes sociais, muitos brasileiros estão chocados com a decisão cruel de obrigar seu âncora a regressar o mais rapidamente possível, garantindo que menos de uma semana para algo tão traumático como um acidente de um filho não é suficiente.

Publicidade

Mais uma vez, muitas mensagens questionam até que ponto a emissora não está dando mais importância aos seus lucros e Ibope, do que de fato ao estado mental e físico de Bonner.