Os artistas andam mais cuidadosos quando o assunto é ameaça pela internet. O caso emblemático foi a tentativa de homicídio contra a apresentadora Ana Hickmann que foi prometida na web e quase foi executada na vida real. O "fã" foi morto pelo cunhado de Ana, que na ocasião avançou sobre o agressor, tomou-lhe a arma e disparando, matando-o. Ele ainda responde processo por homicídio culposo.

Outro caso que chocou foram as injúrias raciais contra a filha de Bruno Gagliasso e Giovana Ewbank. A agressora também foi rapidamente identificada. Tratava-se de uma garota negra adolescente.

Agora mais um caso de ofensa e ameaça de #Morte contra uma artista.

Publicidade
Publicidade

#Débora Secco e a filha Maria Flor, de apenas 1 ano, foram vítimas de ameaças na web por uma internauta ainda não identificada. As agressões e ameaça de morte foram feitas no perfil de Bruno Gagliasso e não da atriz. Ainda não se sabe o motivo.

Mensagens

O usuário em uma das agressões escritas ironiza dizendo que promoveu a criação de um fã-clube para Maria Flor se referindo à criança como “bochechuda filhinha do diabo”. Logo depois ameaçou de morte a atriz, dizendo que iria matar a "mamãezinha dela". Continua dizendo que sem a mamãe, a Maria Sapo Flor não seria mais ninguém.

O que causou certa estranheza nas autoridades foi o fato das mensagens terem sido postadas no perfil de Bruno Gagliasso, que foi recentemente vítima de #Crime virtual. O agressor usou o campo de comentários para marcar a atriz e escrever as ameaças.

Publicidade

Quebra do sigilo

A Secretaria de Segurança Pública, segundo a Folha de São Paulo afirmou nesta quinta-feira, 19, está investigando o caso e já foi pedida a quebra de sigilo de 30 contas na internet usadas para curtir e incentivar a agressão que foi feita à atriz. Informou ainda que o Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais) e a Delegacia especializada em crimes virtuais estão trabalhando em conjunto para solucionar o mais breve possível o caso.

Débora que recentemente foi internada por uma traqueobronquite, já está em casa e diz esperar uma ação rápida e eficaz da polícia, punindo não só esse caso como coibindo futuras agressões virtuais.

E o que você acha do assunto? Comente!