Poucos dias antes da estreia do filme foi publicado um vídeo, compartilhado no TMZ, que ganhou atenção da mídia. No vídeo apareceu um cão da raça pastor alemão sendo forçado por seu adestrador a entrar em uma piscina com águas agitadas. Este trecho da filmagem fez com que houvesse uma grande repercussão nas redes sociais causando assim o boicote e o adiamento da estreia do filme que, até o ocorrido, estava sendo aguardado por grande número de espectadores. Dennis Quaid queria deixar uma coisa clara quando ele apareceu na quarta-feira (25): "Absolutamente nenhum cachorro foi ferido nisso." Um produtor da TODAY viu as filmagens não editadas do acontecimento e relata que o ângulo não mostra o contexto todo.

Publicidade
Publicidade

Outras partes da filmagem mostram o mesmo cachorro entrando na água de boa vontade. Isso confirma o relato do ator Dennis Quaid. O ator acrescentou que o cachorro estava feliz no momento das filmagens. De acordo com Quaid, o vídeo publicado foi editado e manipulado. Disse que o vídeo não mostrou que havia mergulhadores preparados debaixo d'água e que todas as precauções foram tomadas.

Quaid disse ainda que esse tipo de preocupação com cães o atraiu a participar do filme, pois ama os cães. "É uma história fantástica, eu só tinha que fazer isso", disse ele. "Na verdade, meu agente começou a me contar a história e eu comecei a me interessar, daí eu disse "Pare de falar, apenas me envie o roteiro". Ele acrescentou que o roteiro do filme o fez lembrar do primeiro animal de estimação que teve, Gertrude – a clássica experiência de menino com o primeiro #pet.

Publicidade

O enredo segue a alma de um cão e como ele se conecta com muitas pessoas. Quaid chamou isso de "Old Yeller" (Meu Melhor Companheiro - no Brasil), se referindo ao filme de drama de 1957 produzido pela Walt Disney, que conta a história sobre um garoto e um cachorro na época do pós-guerra civil - sem o final trágico, "porque, embora haja momentos de perda que certamente terão o público atingindo, o enredo fala de esperança e algo mais”. "Ele se transforma e faz você rir muito", disse ele. #Cinema #Investigação Criminal