Após o #Acidente, o secretário português do Estado das Comunidades decidiu ir visitar as vítimas do desastre que matou pelo menos quatro imigrantes portugueses durante uma viagem que começou em Portugal e iria terminar na Suíça. Durante uma curta entrevista ao site da “Rádio Renascença”, José Carneiro revelou o que os sobreviventes relataram dos segundos terríveis do acidente, garantindo que o ônibus, depois de ter deslizado no gelo em uma curva, se despenhou e fez com que muitas vítimas fossem projetadas pelo vidro, sendo depois esmagadas pelo próprio ônibus.

Depois de um ano terrível para os imigrantes na #Europa, incluindo brasileiros, que perderam centenas de vidas durante suas longas viagens, o ano de 2017 parece continuar com essa onda de mortes, fazendo questionar se essas pessoas, tentando ao máximo poupar dinheiro, estão sendo transportadas com o mínimo de segurança possível.

Publicidade
Publicidade

Dessa vez, em um ônibus pertencente a uma empresa de transportes, um grupo de 35 imigrantes portugueses foi vítima de mais um acidente fatal, em uma estrada que muitos já dizem ser “a estrada da morte” na França.

Como relataram os vários sobreviventes a José Carneiro, durante sua visita um dia depois do desastre, a causa dessa acidente esteve mesmo relacionada com o gelo que estava presente em uma curva, fazendo com que o motorista tivesse perdido completamente o controle do ônibus. “Começou a derrapar no gelo e depois foram projetados. Foi nessa projeção pelos vidros que alguns foram até atropeladas”, revelou o Secretário durante sua entrevista à “Rádio Renascença”, tentando perceber ao máximo o que aconteceu de fato nesses segundos macabros de um acidente que está abalando a comunidade imigrante portuguesa, mas também brasileira nas redes sociais.

Publicidade

Além das quatro mortes, outras três pessoas ficaram gravemente feridas, e estão sendo acompanhadas perto de Lyon, França, sendo que uma delas é uma criança de apenas dois anos. As autoridades francesas estão agora investigando todos os contornos desse trágico acidente, tentando perceber se o motorista podia ter evitado esse desastre ou se ele estava dirigindo a uma velocidade acima da permitida no local, visto que apenas se tratava de uma simples estrada. #Emigração