Não é novidade que as séries e novelas brasileiras são as atrações que mais rendem audiência para as emissoras de TV. As tramas são feitas cuidadosamente para envolver emocionalmente o telespectador e, assim, aumentar os números do Ibope. A Rede #Globo é referência nesses tipos de programas. Autores, diretores e toda equipe de produção se esforçam ao máximo para que chegue aos telespectadores um conteúdo da melhor qualidade. Todavia, para se alcançar os níveis exigidos pela emissora carioca, muitos funcionários acabam sofrendo com a sobrecarga de trabalho e, assim, descontando nos colegas de trabalho. Foi isso que parece ter acontecido com o diretor Luiz Fernando de Carvalho.

Publicidade
Publicidade

Ele foi acusado por uma pessoa da emissora de agredir uma funcionária que o auxiliava durante as gravações.

A série “Dois Irmãos” mal começou e já está dando o que falar. Seu elenco é formado por grandes nomes da teledramaturgia brasileira, como Cauã Reymond e Juliana Paes. Todavia, a notícia agora não é sobre os atores, mas sim sobre o diretor da série. Escalado para dirigir as gravações da atração, Luiz Fernando Carvalho está sendo muito criticado nos bastidores da atração. Segundo o jornal “O Dia”, durante as gravações, ele chegou a dar um chute nas costas de uma assistente figurinista, deixando suas costas roxas. Quando ela perguntou o motivo da agressão, ele simplesmente ignorou a pergunta e saiu debochando. O jornal ainda traz que a moça preferiu não denunciar o caso na delegacia, todavia, foi orientada por um colega a procurar a ouvidoria da emissora e relatar o caso.

Publicidade

O diretor é muito conhecido por seus excessos durante as gravações. Há relatos de uma outra polêmica envolvendo a cena em que um cordeiro seria morto. Para criar mais realismo, o diretor estava exigindo que o animal fosse morto de verdade. “Teve uma cena que um ator simulava matar um cordeiro. Ele queria que matasse [o animal] de verdade, mas aí foi convencido com muito custo a não fazer isto”, disse um funcionário da emissora.

No geral, os funcionários da Rede Globo têm receio de ir contra as vontades do diretor pelo fato dele ser sobrinho de Lili Marinho, que foi casada com Roberto Marinho, fundador das Organizações Globo.