Na madrugada desta quarta-feira, dia 25 de janeiro, um dos funcionários mais queridos de Silvio Santos, o assistente de câmera Sampier George, que trabalhava para o #SBT, morreu misteriosamente em sua casa. O profissional mora no bairro de Jardim América, localizado na capital do Rio de Janeiro. O funcionário é conhecido especialmente como "Cajá" e seu falecimento deixou muitos colegas desolados.

As informações da morte de Cajá foram dadas pelo site Na Telinha com exclusividade. O profissional foi morto com pelo menos cinco tiros que foram dados por homens de moto em frente à sua casa. De acordo com a família dele, foram duas pessoas em cima da moto que dispararam os tiros para dentro do carro Fiat Fiorino branco, enquanto ele tentava estacionar.

Publicidade
Publicidade

Após o crime, os bandidos fugiram e os parentes do assistente de câmera chamaram uma ambulância para o local, mas, infelizmente, ele veio a falecer em casa, após os ferimentos. Apesar de haver especulações, o crime ainda nao foi solucionado, já que Sampier não tinha inimigos. A polícia alega que o progresso do tráfico de drogas na região aumentou o índice de violência e essa pode ser a causa do assassinato.

Ainda, segundo informações policiais, o profissional se envolveu anos atrás com a venda de entorpecentes na região. O local é conhecido por "Vila Esperança". A família, porém, alega que Cajá se regenerou da vida de crime e era uma pessoa boa agora.

Depois de concluir o curso de câmera, foi contratado por Silvio Santos no SBT do Rio de Janeiro e começou a trabalhar para o canal em reportagens diversas.

Publicidade

A família de Cajá ainda não divulgou o velório ou enterro dele. O site que divulgou a notícia até tentou buscar mais informações com a emissora do dono do Baú, mas nada foi respondido até o momento de fechamento desta reportagem.

Em menos de dez dias, outro funcionário da emissora foi brutalmente violentado aparentemente sem motivo. Foi noticiado no último dia 16 de janeiro que uma equipe da emissora sofreu um assalto na Zona Oeste do Rio.

#Silvio Santos ainda não se pronunciou sobre o caso também até o fechamento desta matéria. #Televisão