A cantora Ludmilla virou o assunto principal da internet na noite desta terça-feira, 17, após o site Natelinha dar espaço a um vídeo em que um apresentador da TV Record chama a famosa de "macaca". A celebridade em questão é Marcão Chumbo Grosso, que apresenta a versão regional do 'Balanço Geral', em Brasília. O comentário dele foi feito no dia nove, mas apenas agora ganhou a mídia. A assessoria da cantora carioca disse que ela tomará medidas cabíveis a respeito do assunto. Já a TV Record anunciou nesta quarta-feira, 18, qual será o destino de Marcão. Ligada à Igreja Universal do Reino de Deus, inicialmente, o Twitter da emissora disse que Marcão não teve a intenção de ser racista e provocou a revolta no público.

Mais tarde, no entanto, o canal decidiu afastar o seu contratado da apresentação do telejornal.

Publicidade
Publicidade

O tempo do afastamento é dito como temporário, mas já se fala até em rompimento do contrato. Quem tomou a decisão, segundo informações do site Natelinha, foi a própria matriz da emissora, em São Paulo. O caso ganhou contornos nacionais. A Record TV, através de sua assessoria, confirma que o jornalista foi afastado, mas nega que o contrato dele foi quebrado. Em setembro do ano passado, o comunicador assinou com três anos com a emissora. Ele era uma das maiores audiências da região, chegando a nove pontos no Ibope do Distrito Federal, sendo o suficiente para manter a vice liderança e, por vezes, até chegar ao topo da preferência do público.

Marcão chamou a cantora Ludmilla de "macaca" durante o quadro "A Hora da Venenosa" . Em sua defesa, ele fiz que o termo "Macaca pobre" seria regional e que não teria conotação racista.

Publicidade

Usando uma foto do apresentador, que fazia fofoca sobre ela, Ludmilla fez um desabafo através de um post no Instagram. Ela disse que não deixaria o caso impune. Não é a primeira vez que artistas se revoltam com alguma atitude tomada por #Famosos da Record ou pela própria emissora. Nomes como Luan Santana, por exemplo, já ameaçaram até boicotar o canal.