O senador e também ex-jogador de futebol Romário surpreendeu a todos ao aparecer dez quilos mais magro após realizar uma cirurgia bariátrica para reduzir a diabetes.

O procedimento causou polêmica, pois ele ainda possui caráter experimental no Brasil para pacientes com sobrepeso, como era o caso de Romário. Além disso, a notícia levantou discussões de especialistas em todo o país sobre o risco desse procedimento em pessoas não obesas. Os fãs brasileiros do Romário ficaram chocados, pois como é um método inovador, o ex-craque corria sérios riscos.

No Brasil, somente uma pessoa com IMC (Índice de Massa Corporal) mínimo de 35 é que podem se submeter à cirurgia bariátrica regulamentada pelo Conselho Federal de Medicina (CFM).

Publicidade
Publicidade

Mesmo assim ela tem que apresentar ao menos uma entre as 21 doenças que estão associadas à obesidade, como diabetes tipo 2, hipertensão, depressão, problemas de hérnias discais, entre outros.

O IMC de Romário estava abaixo de 30, ou seja, de acordo com as regras do Conselho de Medicina, além dos riscos, como a perda de nutrientes, não existem estudos científicos significativos comprovando os benefícios do procedimento para pacientes como ele.

Segundo o "Baixinho" a decisão foi tomada para ajudar no combate da sua diabetes, que já estava em 400. O ex-craque da seleção brasileira estava pesando quase 80 kg na época e hoje o seu peso é de 70 kg. A cirurgia, chamada de interposição ileal foi feita com o médico Áureo Ludovico de Paula, referência mundial nos estudos sobre esse procedimento e também defensor de que ele traz benefícios no controle do diabetes tipo 2.

Publicidade

O apresentador da TV Globo Fausto Silva também já realizou essa mesma cirurgia com o médico e o processo consiste em trazer a parte final do intestino delgado, ou "íleo", para a primeira parte do intestino delgado, também chamada de duodeno. Assim os alimentos estimulam o íleo a produzir um hormônio conhecido como GLP1, que por sua vez faz com que o pâncreas produza mais insulina. Com isso a quantidade de glicose no sangue é mais facilmente controlada. #Famosos #Saúde #Celebridades