Neste domingo, 29, o apresentador Fausto Silva foi o porta-voz da morte do ex-contrarregra da Rede Globo de Televisão dentro da programação do canal. Durante o 'Domingão do Faustão', o maior salário da telinha disse que "era necessário" registrar a perda de #Russo, que o comunicador lembrou não fazer mais parte da emissora. O ex-assistente foi demitido no ano de 2015. "Ele fez parte da nossa história, nos alegrando", disse Fausto Silva, que exibiu algumas imagens históricas de Russo em seu programa dominical. Fausto citou que Russo foi descoberto por Abelardo Barbosa, o eterno Chacrinha, mas que também trabalhou ao lado de nomes como Xuxa, Luciano Huck e outros.

As principais imagens de Russo na emissora, no entanto, foram do contrarregra com Chacrinha.

Publicidade
Publicidade

O ex-assistente global morreu na manhã de sábado, 28, no hospital Mario Lioni, localizado no Centro de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, no Rio de Janeiro. Ele estava com uma infecção pulmonar. O estado de saúde do personagem da TV começou a piorar em 2015, quando ele descobriu que estava proibido de entrar no Projac. Fontes ligadas ao canal dizem que a emissora juridicamente já não podia ter mais Russo no seu quadro de funcionários. Na ocasião, ele já tinha mais de 82 anos. Mesmo anunciando o desligamento de seu contratado, a Globo continuou pagando o plano de saúde dele.

Crítica ao noticiário

No 'Jornal Nacional' de sábado, não houve nenhuma menção à morte do ex-assistente. Isso fez com que o noticiário, cujo editor-chefe é William Bonner, fosse sumariamente detonado nas redes sociais.

Publicidade

"Tudo bem não ser obrigada a tê-lo em seu staff, mas fingir que nunca existiu e nem noticiar a morte aí já é demais", disse uma internauta. Não é a primeira vez que a Globo toma essa postura com ex-contratados. No entanto, Russo virou praticamente uma marca do canal, passando por várias gerações de telespectadores. O ex-assistente não foi convidado nem mesmo para a festa de cinquenta anos da emissora, que aconteceu no Maracanãzinho, no Rio de Janeiro. #Faustao