Pelo que diz o colunista do "Blog do Odair", do portal R7, tudo indica que, no próximo paredão do BBB17, quem vai sair é a sister baiana #Gabriela Flor, de 27 anos. Na opinião dele, a participante é uma vítima escancarada de racismo e preconceito por parte dos outros concorrentes da edição do programa.

Na formação do paredão, Flor recebeu a maioria de votos e a desculpa geral para isso foi que ela não costuma interagir com o resto da casa, é muito quieta e esnobe.

Na casa, Flor já sofreu preconceito por causa de seu cabelo afro, de sua possível religião, que até agora ninguém sabe qual é, e porque ela é da Bahia. E, na edição, ela já chegou a até a ser chamada de "piranha".

Publicidade
Publicidade

O gêmeo Manoel, por exemplo, colocou um apelido sem graça na participante e passou a chamá-la de "Valderrama", por causa de seu cabelo, que chega a ser bem parecido com o do ex-jogador da seleção colombiana. A outra participante, Mayara, disse que votaria em Gabriela e que, se ela se queixasse, iria alisar as suas madeixas.

Como é possível perceber, não há na casa apenas exemplos de racismo e preconceito. Foram vários que ocorreram dentro de apenas uma semana de programa.

Em seu desabafo, o colunista ainda abordou o assunto de que no reality show já teve casos como esse nas antigas versões e ainda frisou como é triste ver pessoas tão jovens tendo certos tipos de atitudes. No caso, ele se referiu a participantes que já passaram pela casa anteriormente e que foram preconceituosos também.

Publicidade

Desse modo, o jornalista afirma, com toda certeza, que Gabriela é realmente uma vítima de uma visão deturpada, segundo o que escreveu com suas próprias palavras no blog. E, segundo ele, se ela for eliminada, os telespectadores que votaram poderão ter toda a certeza de que o que eles tiveram foi uma visão distorcida e racista contra ela.

Participantes eliminados, torcendo pela Bahia

Mayla e Antônio, que recentemente arrancaram lágrimas dos amigos do Big Brother Brasil 17, quando deixaram a casa neste no domingo (29), já têm seus participantes preferidos para o temível paredão, que deve acontecer nesta terça-feira, (31). Os dois querem que o cirurgião plástico Marcos Harter saia e que a bailarina baiana Gabriela Flor permaneça. Em uma conversa com o site ‘EGO’, os ex-participantes explicaram seus motivos e também não deixaram de dar as suas alfinetadas contra o gaúcho.

Segundo Antônio, Marcos não é uma pessoa ruim, tem algumas qualidades, mas, pelo que parece, não sabe respeitar bem as pessoas e, mesmo com a simpatia da casa, as brincadeiras dele não agradam muito os outros participantes. E ainda completou dizendo que achava que o médico sentia um tipo de ciúmes dele e do seu irmão Manoel, o gêmeo que permanece na casa.

Já Mayla justifica a sua torcida por Flor, pelo fato de que o médico a olhava com cara de tarado e porque a baiana ainda não teria tido a oportunidade de mostrar o seu valor no programa. #BBB Big Brother Brasil