A lista das 50 personalidades mais influentes, inspiradoras e importantes do cenário musical atual é da revista americana Rock Sound, e #Hayley Williams conseguiu chegar ao topo dela.

A cantora e compositora de 28 anos é frontwoman de uma banda de rock, cenário musical ainda dominado por homens, e frequentemente é alvo de comentários machistas. Em entrevista concedida à Rock Sound, Hayley diz que chegou a usar roupas de meninos no início da banda para se sentir parte do grupo. Aos poucos, porém, descobriu que podia ser feminina ao mesmo tempo em que cantava em uma banda de rock, resistindo às críticas machistas em relação à sua aparência.

Hayley Williams começou a sentir a necessidade de se expressar mais na época em que o #paramore lançou o segundo álbum de estúdio, “Riot!”.

Publicidade
Publicidade

A cantora precisava de mais confiança em si mesma, foi quando resolveu usar roupas que agradariam apenas a ela, e modificar cada vez mais o seu cabelo como forma de se expressar.

“Quando comecei a ver garotas nos shows que pintavam os cabelos e coisas assim, significou muito para mim. Fez com que eu me sentisse muito melhor comigo mesma, e também com que eu não me preocupasse com o que as pessoas pensariam sobre quem eu realmente sou.”

A sua paixão por cabelos coloridos começou desde muito cedo. Hoje, aos 28 anos, Hayley Williams tem a sua própria marca de tinta para cabelo, a goodDYEyoung, criada em parceria com Brian J O’Connor, seu cabeleireiro e maquiador pessoal. A marca é vegana e livre de testes em animais. Hayley disse sobre a sua marca: “Quero que a goodDYEyoung represente positividade e confiança, eu quero que seja sobre empoderar pessoas”.

A personalidade de Hayley Williams inspirou uma geração de jovens de todos os gêneros, sexualidade, cores e credos, com uma única mensagem: a de abraçar o seu eu e não ter medo ser diferente em um mundo que venera os iguais.

Publicidade

Sendo assim, Hayley liderou a banda Paramore ao sucesso e reconhecimento merecidos, expressando seus pensamentos e sentimentos em músicas muitas vezes com letras questionadoras, mas ao mesmo tempo esperançosas. Paramore ganhou o seu primeiro Grammy em 2015, pelo hit “Ain’t it Fun”.

Leia abaixo trechos da entrevista de Hayley Williams à Rock Sound, comentando o fato de ser considerada uma figura influente no cenário musical:

"[...] Me lembro de ver bandas como o No Doubt e Garbage quando eu estava crescendo — bandas com mulheres fortes e confiantes na liderança — me sentindo como se essas fossem pessoas com as quais eu tinha mais em comum do que com qualquer outra pessoa que eu já havia conhecido na escola. Eu olhei para elas e fiquei tipo ‘Eu posso fazer isso, eu tenho isso em mim. ’ Estar apto a ter o mesmo tipo de impacto em mais alguém é incrível, especialmente porque houve um tempo em que nós quase nunca víamos bandas com vocalistas mulheres, ou mesmo com membros mulheres, de modo geral. [...] Há várias meninas se saindo muito bem, fazendo uma boa arte e ganhando reconhecimento, o que é totalmente merecido. O fato de que agora muitas jovens mulheres vão ter mais relacionamentos imediatos disponíveis com outras mulheres no mundo da música e que agora há muito mais para se inspirar pode apenas significar algo positivo.”

Ainda como uma forma de reconhecer o impacto causado por Hayley Williams no cenário da música, a cantora foi homenageada com o prêmio “Trailblazer” concedido pela Billboard, no qual mulheres são honradas por deixar uma marca única no mundo musical, abrindo caminho para que outras se sintam encorajadas e inspiradas a mostrarem os seus talentos.

Publicidade

Veja o vídeo em que a vocalista do Paramore recebe o o prêmio:

#empoderamento